IMPOSTO DE RENDA: Receita Federal disponibiliza consulta ao 1º lote de restituição

Os valores serão depositados até o dia 31 deste mês

 

Por: Vinicius Lopes/Brasil61

Já está disponível para consulta o primeiro lote de restituição do Imposto de Renda em 2022. Ao todo, R$ 6,3 bilhões serão restituídos a 3,38 milhões de contribuintes. O crédito bancário será  depositado até o dia 31 deste mês. Também serão contempladas as reconstituições de anos anteriores, ou seja, para o grupo que ainda possuía pendências, mas que já quitou os débitos com o leão.

De acordo com o Governo Federal, o dinheiro será disponibilizado aos contribuintes que possuem prioridade legal, sendo:

– 226.934 contribuintes acima de 80 anos (idosos)
– 2,3 milhões contribuintes entre 60 e 79 anos
– 149.016 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave
– 702.607 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério

Pablo Spyer é economista e explica a importância da restituição ser disponibilizada neste período. “ Esse dinheiro extra com certeza irá ajudar o contribuinte que possui contas atrasadas. O benefício é um grande incentivo para a economia de uma forma geral, pois muitos vão usar o valor  para consumir e puxar as vendas do varejo”, conclui Spyer.

“Fico satisfeita em receber o primeiro lote. Acho que o valor poderia ser melhor pelo tanto que contribuímos, mas receber o dinheiro já é uma ajuda. irei usar o valor para pagar algumas contas e arrumar algumas coisas na minha casa”, diz a pensionista e contemplada no primeiro lote, Maria do Rosário.

Para conferir se a restituição já está disponível, o interessado deve acessar a página da Receita Federal na internet, clicar em “Meu Imposto de Renda” e, em seguida, em “Consultar a Restituição”.  O site orienta e presta serviço, pois disponibiliza uma  consulta simplificada ou  até mesmo uma consulta completa da declaração. O serviço é realizado por meio do extrato de processamento e acessando o e-CAC

Caso encontre alguma pendência na declaração, o contribuinte pode retificar a declaração para corrigir as informações que estejam erradas.  Também é possível obter informações sobre a liberação das restituições  e a situação cadastral do IRPF por meio do aplicativo disponível para tablets e smartphones.

O pagamento é realizado por meio da conta bancária informada na Declaração de Imposto de Renda. Caso a sua conta tenha sido desativada ou o crédito não for realizado por algum motivo, os valores ficarão disponíveis para resgate por até um ano no Banco do Brasil.

Fonte: Brasil 61
Foto da Capa: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,