IPCA apresenta maior deflação para um mês em 22 anos

Segundo o IBGE, redução nos preços dos combustíveis teve forte influência no resultado

 

Por Paulo Oliveira/ Agência Brasil 61

 

Em maio, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) registrou deflação de 0,38%, após queda de 0,31% em abril, segundo o IBGE. Essa é a maior queda mensal de preços desde agosto de 1998. O IBGE afirma que o recuo é resultado principalmente pela queda de 4,56% nos preços dos combustíveis.

A deflação no mês de maio também foi influenciada pela queda de 27,14% no preço de passagens aéreas e de 1,9% no grupo de transportes. Em contrapartida, segundo o IBGE, artigos de TV, som e informática apresentaram alta de 4,57% no último mês.

No acumulado do ano, o índice registrou queda de 0,16%. Em 12 meses, o IPCA acumula alta de 1,88%, bem abaixo da meta de 4% do governo federal para 2020. O IPCA é considerado o índice oficial da inflação no país.

 

Foto de Capa: Fernando Frazão/ Agência Brasil.

Jornal do Sudoeste

Categorias ,