Justiça Federal condena ex-prefeito de Riacho de Santana e outras cinco pessoas por improbidade administrativa

Da Redação*   O ex-prefeito de Riacho de Santana, Tito Eugênio Cardoso de Castro, juntamente com outros cinco comissionados e servidores da Administração Municipal em 2012, foi condenado pela Justiça Federal por improbidade administrativa. Foto: Lucimar Almeida/Arquivo JS. Em mais um desdobramento da Operação Imperador, deflagrada em maio de 2016

Este conteúdo é restrito a membros do site. Se você é um usuário registrado, por favor faça o login. Novos usuários podem registrar-se abaixo.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório

Jornal do Sudoeste