Leituristas da Coelba identificam 5,9 mil possíveis focos do mosquito Aedes aegypti em dois meses de ação no Estado

Dois meses após iniciar os trabalhos no combate ao mosquito Aedes aegypti, os leituristas da Coelba, empresa do Grupo Neoenergia, identificaram 5,9 mil possíveis focos na capital e interior da Bahia. Em Salvador, foi identificado o maior número de focos – 1.757. A estratégia da empresa é utilizar estes profissionais que, diariamente, coletam consumo mensal de energia elétrica dos mais de 5,7 milhões de clientes, para identificar focos do mosquito e informar as autoridades sanitárias sobre potenciais criadouros.

As anotações e indicações dos locais sob risco são feitas nos próprios equipamentos de coleta de leitura, que já estão configurados para receber os dados. As informações – endereço estruturado e coordenadas geográficas – são disponibilizadas diariamente para as Secretarias de Saúde municipais para que sejam tomadas as medidas necessárias e, desde o início de junho, estas informações também são disponibilizadas no aplicativo para celular Caça Mosquito, do Governo do Estado. A intenção é dar mais agilidade ao mapeamento dos focos de reprodução e auxiliar na eliminação do mosquito que transmite doenças como a dengue, zika e chikungunya.

Redacão Jornal do Sudoeste

Redacão Jornal do Sudoeste

Desde seu lançamento, o JS vem revolucionando a imprensa regional. Foi e continua sendo pioneiro na adoção de cores em todas as suas páginas e no lançamento de suplementos especiais que extrapolam o simples apelo comercial, envolvendo a comunidade em reflexões sobre temas de interesse geral por ocasião do Natal e dos aniversários de emancipação de municípios da sua área de abrangência de circulação.
Categorias