Lula defende as pedaladas fiscais

Lula é um lunático. É um déspota da democracia, pois, ao se insurgir contra as regras constitucionais, revela que não sabe conviver em perfeita harmonia com o estado democrático de direito. A democracia de Lula é pautada na corrupção de sua forma de pensar e de ver o país sendo conduzido na marra e sem obediência aos princípios civilizatórios das normas escritas de um país legalmente constituído.

Quando Lula e o seu partido se negaram a chancelar a Constituição de 1988, porque ali não estava alinhavada a ideologia corrupta do PT, foi um indicativo de que ele e seu grupo jamais aceitariam transitar na política se não fosse através de sua forma deformada de agir.

E a sua forma deformada de agir pode ser observada, por exemplo, ao transigir com o primeiro grande escândalo da política nacional, o mensalão, cujos membros da quadrilha foram condenados pelo STF, bem como no desrespeito com que sempre tratou o TCU.

Lula desconheceu a autoridade constitucional do TCU, desde o início de seu governo, ao contestar o tribunal por ter embargado obras nas quais havia irregularidades. E vejam a audácia de um tirano da democracia: "Nem sempre o que o TCU diz que constata é verídico". "A gente vai ter de fazer, do ponto de vista administrativo, uma revisão (no trabalho de fiscalização) do TCU", disse Lula no aeroporto de Maputo, em Moçambique, pouco antes de embarcar para a Coreia do Sul, onde participou da reunião do G-20, que reúne as maiores economias do mundo.

Na visão corrompida de LULA, os fins justificam os meios, mesmo que a lei seja atropelada: "Estou vendo a Dilma ser atacada por conta de umas pedaladas. Eu não conheço o processo, mas uma coisa, Patrus (Ananias, ministro do Desenvolvimento Agrário, que estava no evento), que vocês têm que falar é que talvez a Dilma, em algum momento, tenha deixado de repassar o Orçamento para a Caixa, porque tinha que pagar coisas que não tinha dinheiro. Ela fez as pedaladas para pagar o Bolsa Família, ela fez as pedaladas para pagar o Minha Casa Minha Vida", a declaração de Lula foi dada na abertura oficial do 1.º Congresso Nacional do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), em São Bernardo do Campo.

Júlio César Cardoso

Júlio César Cardoso

Bacharel em Direito e servidor federal aposentado. Balneário Camboriú-Santa Catarina.
Categorias