Lula na Casa Civil/Golpe governamental

Estupefata está a maioria do povo brasileiro, nesta quarta-feira (16), com tanta vileza da presidente Dilma Rousseff ao nomear Lula para a Casa Civil, sob argumentos falaciosos de que o ex-presidente chega para ajudar o governo. E a consequência não poderia ser outra: o povo novamente foi para rua protestar, inclusive na frente do Palácio do Planalto, na capital paulista e em muitas cidades.

É degradante a revelação da conversa telefônica entre Lula e Dilma, liberada pelo juiz Sérgio Moro, em que Lula desqualifica a República com palavras de baixo calão e tacha de acovardada a nossa Suprema Corte.

A indicação de Lula para a chefia da Casa Civil é um homérico golpe à moralidade da República. Escancara, pois, a forma solerte de agir o governo petista ao dar guarida a quem não tinha foro privilegiado e que se viu encurralado a prestar de forma coercitiva depoimento na Polícia Federal.

Lula, como um poltrão, não teve coragem de enfrentar as circunstâncias e foi se socorrer do foro privilegiado para escapar de nova convocação ou de possível condenação pelo competente e corajoso juiz Sérgio Moro.

A ida de Lula para a Casa Civil, inusitada em nossa República, representa um tapa na cara de cada brasileiro honesto e trabalhador, que no último dia 13 compareceu de forma cívica às manifestações de ruas para exprobrar a pouca-vergonha como este país vem sendo tratado e desrespeitado por DILMA, LULA, PT e demais traidores brasileiros.

Com efeito, pisaram no rabo da jararaca. E assim ela começou a destilar o seu veneno, esquecendo-se de que o Brasil não é de sua propriedade para achar que pode virar o país de cabeça para baixo. 

Esperamos que o STF, que foi xingado por Lula, da mesma forma que impugnou a nomeação de Wellington César Lima e Silva para a pasta da Justiça, se pronuncie contra o descalabro da indicação do ex-presidene para a Casa Civil. Se Lula já palpitava e interferia no governo Dilma, agora ficará mais evidente que o Brasil será dirigido por dois presidentes.

Dessa forma, espera-se que o Congresso Nacional não se curve à petulância de LULA/DILMA e defenda a moralidade dos valores da República, porque daqui para frente a coisa vai esquentar nas ruas, e os responsáveis serão Lula, Dilma Rousseff e o PT.

Júlio César Cardoso

Júlio César Cardoso

Bacharel em Direito e servidor federal aposentado. Balneário Camboriú-Santa Catarina.
Categorias