Mais de 85% dos municípios da Bahia descartam resíduos em depósitos ilegais

Seminário discute impactos da gestão do lixo na Bahia

Por: Natália Inzinna

Apenas 13,3% dos municípios do Nordeste destinam seu lixo de maneira ambientalmente correta, informa o Índice Nacional de Sustentabilidade da Limpeza Urbana – ISLU 2021. Na Bahia, esse percentual cai para 9,3% e a taxa de reciclagem é de apenas 0,5%. Os dados mostram as consequências da falta de recursos financeiros para os serviços de coleta, tratamento e destinação ambientalmente adequada de resíduos no estado, na medida em que apenas 9 dos 417 municípios baianos possuem algum tipo de cobrança domiciliar pelo serviço, cobrindo parcialmente os custos com as operações.

Por isso, as estratégias de atração de investimentos para a ampliação e modernização da coleta e tratamento de resíduos sólidos urbanos serão discutidas amanhã (9/12), em Salvador, por representantes das esferas pública e privada no seminário “Caminhos para o Desenvolvimento Sustentável da Gestão de Resíduos Sólidos no Estado da Bahia”.

Em formato presencial e aberto ao público, o evento abre espaço para que especialistas, empresas privadas e gestores públicos debatam, juntos, os desafios e as soluções para garantir o desenvolvimento e a universalização do conjunto de infraestruturas e serviços da atividade de manejo de resíduos sólidos nos municípios do Estado da Bahia.

“O Novo Marco do Saneamento preconiza a sustentabilidade financeira das atividades relacionadas à limpeza urbana, tratamento e manejo de resíduos sólidos, por meio da aplicação de uma cobrança específica pelos serviços. Dessa forma, poder público e iniciativa privada têm condições de trabalhar em conjunto para garantir um atendimento eficiente à população, erradicar os lixões a céu aberto ainda em funcionamento no país e contribuir para a preservação do meio ambiente”, explica Márcio Matheus, presidente do Sindicato Nacional das Empresas de Limpeza Urbana – SELURB.

Além das mudanças provocadas pelo Novo Marco do Saneamento, o seminário tem o compromisso de esclarecer as dúvidas de gestores municipais sobre a aplicação da cobrança, o estabelecimento de parcerias público-privadas e a formação de consórcios regionais que permitam que as pequenas cidades também recebam investimentos.

SERVIÇO:

Seminário | Caminhos para o Desenvolvimento Sustentável da Gestão de Resíduos Sólidos no Estado da Bahia

Data: 09/12/2021

Horário: das 13h30 às 17h00

Local: Hotel Fiesta – Salão Lotus | Avenida Antônio Carlos Magalhães, 711 – Itaigara – Salvador -BA
Foto de Capa: Reprodução resiclean

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,