MAPA institui programa para qualificar jovens estudantes e recém-egressos dos cursos de ciências agrárias

Os beneficiários vão participar de atividades práticas dentro das funções relacionadas à respectiva formação profissional, com acompanhamento de supervisores técnicos habilitados

 

Por Marquezan Araújo/ Agência Brasil 61

 

Por meio de uma Portaria publicada nesta semana no Diário Oficial da União, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) instituiu o Programa de Residência Profissional Agrícola. A iniciativa tem como objetivo qualificar jovens estudantes e recém-egressos dos cursos de ciências agrárias e afins.

De acordo com a publicação, o programa será promovido pela Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo (SAF), do MAPA, por meio de parcerias com instituições de ensino de nível técnico, médio e superior, públicas e privadas sem fins lucrativos, com transferência de recursos, de acordo com o que determina a lei.

Os beneficiários vão participar de atividades práticas dentro das funções relacionadas à respectiva formação profissional, com acompanhamento de supervisores técnicos habilitados, com formação na área de atuação.

Entre outras atribuições, o programa visa desenvolver o senso de responsabilidade ética dos alunos, por meio do exercício de atividades profissionais; qualificar profissionais para assistirem ao pequeno, ao médio e ao grande produtor rural e garantir um assessoramento técnico por parte do corpo docente das instituições de ensino nas unidades produtivas do agronegócio.

 

Foto de Capa: Arquivo/ EBC.

Jornal do Sudoeste

Categorias ,