Novembro Negro: Desfile da Resistência acontece no próximo domingo (29) em Salvador

Por Ascom
Para celebrar e reafirmar a importância do Novembro Negro, acontece no dia 29 de novembro, no Mercado Yaô, que fica localizado no Bairro da Ribeira, em Salvador, às 15 horas, o “Desfile da Resistência”. A atividade tem como objetivo trazer visibilidade às marcas de empreendedores negros, fortalecer o movimento Black Money e estabelecer um ponto de diálogo através da moda com um encontro de potências e belezas negras.
Em caráter coletivo, o Desfile conta com a exposição de 20 marcas de vestuários e acessórios, reforçando assim a ideia da importância da coletividade da luta negra para o fortalecimento e crescimento de seu povo. A atividade conta também com 42 modelos negros, que exaltarão a beleza negra, deixando-a em lugar de destaque, quebrando padrões e revolucionando a passarela. Toda a estrutura será montada para uma filmagem com o desfile, que será exibido nas redes sociais, respeitando as regras de prevenção à Covid-19.
A ideia em tempos de pandemia é de justamente evidenciar a beleza, força e poder da união do empreendedorismo negro, que mesmo abalada pelos efeitos do isolamento social, renovam as forças e se reinventam para seguir na luta por espaço e sustentabilidade econômica e financeira.
A direção é assinada por Vander Charles, proprietário da marca Black Atitude, que evidencia a beleza e poder do povo preto. A direção e toda a produção do evento é composta por pessoas pretas, mostrando assim, a competência e pertencimento das pessoas negras em toda e qualquer área e ambiente.
O tema do Desfile da Resistência é “Refavela” e é inspirado no icônico LP de Gilberto Gil, dos anos 1970. Neste álbum, Gil, impulsionado pela experiência de sua viagem à Nigéria, investigou a cultura de raiz africana e a conectou à negritude brasileira, sem abrir mão das questões social e existenciais da relação entre as duas culturas. O trabalho surge com a ideia de revisitar as raízes africanas. “Refavela”, que atualizou e conectou a música e o movimento negro do país e da luta por igualdade racial uma vez, ressurge novamente, agora em forma de moda para assim reconectar e reverberar à existência e os anseios do povo negro, mais uma vez.
Foto de Capa: Divulgação.

Jornal do Sudoeste

Categorias ,