Núcleo socioambiental do PJBA entrega legumes e verduras cultivadas nas hortas do tribunal ao núcleo de apoio ao combate do câncer infantil

Por: Imprensa TJBA

 

O Núcleo Socioambiental do Poder Judiciário da Bahia (PJBA) promove ações de sustentabilidade e de consciência para o cuidado com o meio ambiente. Na quinta-feira (31), houve a colheita de legumes e verduras cultivadas nas hortas do Tribunal. Os produtos foram entregues para o Núcleo de Apoio ao Combate do Câncer Infantil (NACCI). 

A entrega foi realizada pela Desembargadora Mária de Fátima Silva Carvalho, responsável pelo Núcleo Socioambiental, ao Presidente do NACCI, Clayton Costa Oliveira, e à Stephanie Toledo Santiago, Auxiliar Administrativa do órgão. 

A organização sem fins lucrativos recebeu produtos como coentro, abobrinha, pepino, quiabo e batatas, atendendo, assim, aos objetivos sustentáveis da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU).

Localizadas no Fórum Regional do Imbuí, em Salvador, e na Sede do PJBA, no Centro Administrativo (CAB), as hortas cultivadas pelo Núcleo Socioambiental tem o objetivo de facilitar a aproximação dos servidores e magistrados com a natureza. A Coordenadora do Núcleo, Desembargadora Maria de Fátima, faz questão de destacar que o cultivo é possível em razão do apoio recebido pela equipe de jardinagem.

Balanço –O Núcleo Socioambiental do PJBA comemora também a economia de mais de R$ 6,2 milhões no consumo de água e energia elétrica. Os dados correspondem ao período de março/2021 a fevereiro/2022, comparado com o mesmo recorte de 2018/2019. 

As reduções são de 23% para o consumo de água, o que seria equivalente ao valor de R$ 983.120,00, e de 31,67% de energia elétrica, que corresponde a R$ 5.260.257,00. Somados os valores indicados, a economia atinge o valor de R$ 6.242.377,00, um reflexo contínuo da intensificação da ideia de consumo consciente.

A apuração dos dados foi realizada conforme dados mensais coletados pelas Secretarias que compõem o PJBA.

Outros resultados do trabalho realizado pelo Núcleo Socioambiental também merecem ser destacados, como a coleta seletiva de mais de 1,6 t de materiais destinados ao descarte adequado através do Programa Recicle Já da Secretaria de Administração do Estado da Bahia entre os meses de janeiro e fevereiro de 2022. 

No mês de março foi realizado também o plantio de 30 mudas de espécies frutíferas e não-frutíferas na Sede do Poder Judiciário, além da Campanha de conscientização “Amar o meio ambiente é…”. 

Cabe salientar que por determinação do Presidente do PJBA, Desembargador Nilson Soares Castelo Branco, ainda acontece o desligamento dos aparelhos elétricos e eletrônicos em todas as unidades do PJBA ao final do expediente.

Vale Luz – Outra iniciativa do Núcleo Socioambiental é o projeto Vale luz, que tem por objetivo a coleta de resíduos sólidos e a concessão de descontos na fatura de energia elétrica do consumidor participante. É possível ter descontos a partir de R$ 0,09 na conta mensal, fazendo a troca de uma latinha de alumínio de 350 ml, por exemplo.

A Desembargadora Maria de Fátima Carvalho destaca que a sustentabilidade é um conjunto de esforços contínuos que envolve a mudança de paradigmas, do uso racional e responsável dos recursos naturais com vistas ao bem comum. 

Vale destacar que as ações do Núcleo Socioambiental são pautadas nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU), Plano de Logística Sustentável da Corte baiana e Resolução CNJ nº 400/2021.

Foto da capa: Divulgação

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,