O falso discurso do PT na defesa dos pobres

Uma coisa é o falso discurso petista e outra bem diferente são atos políticos que resultaram, de fato, em benefício dos mais pobres, fundamentalmente dos que vivem de salário mínimo; e os fatos mostram os pobres sendo beneficiados pelos vários programas econômicos e sociais do Empreendedor e Estadista Fernando Henrique Cardoso entre os quais cito, por exemplo, (1) o Plano Real derrotando a inflação de Sarney (mais de 80% ao mês) e inserindo 40 milhões de pobres no mercado consumidor, promovendo, assim, a maior distribuição de renda da História do Brasil; (2) as privatizações permitindo aos pobres o direito de ser dono de um telefone, antes privilégio apenas dos mais ricos, promovendo, então, a 2ª maior distribuição de renda da História do Brasil; (3) o PROER tornando o sistema bancário do Brasil um dos mais fortes do mundo; (4) a Lei do Petróleo criando condições econômicas para aumentar a produção de petróleo de 600 mil barris/dia para 1,8 milhões de barris/dia, um incremento de 1,2 milhões de barris/dia, propiciando aos dias de hoje uma economia de divisas de US$ 43,8 bilhões/ano ou R$ 87,6 bilhões/ano, ajudando o governo a pagar a dívida externa e a formar uma reserva de R$ 500 bilhões; (5) a Lei da CIDE criando condições para a Petrobrás vender os derivados de petróleo aos preços do mercado internacional aumentando seu lucro de R$ 500 milhões/ano para R$ 35 bilhões em 2010; (6) a Lei de Responsabilidade Fiscal proibindo os governantes de gastarem mais do que arrecadam de modo a manter o controle da inflação; (7) a venda das ações da Petrobrás com resgate financeiro do FGTS permitindo o financiamento do projeto minha casa minha vida; (8) e o Bolsa Escola junto com o Vale Gás, que depois foram unificados pelo PT e chamados de Bolsa Família.

Não resta dúvida e os fatos estão ai para comprovar que os oito anos do governo do Presidente Fernando Henrique Cardoso propiciaram um formidável avanço econômico e social do Brasil.

E os fatos mostram, também, que comparando o período inicial do Plano Real administrado pelo Presidente Fernando Henrique Cardoso com o período administrado pelo Presidente Lula se constata que, com o Presidente Fernando Henrique Cardoso, do PSDB, o salário mínimo cresceu de R$ 64,79 para R$ 200,00 (aumento de 209%), enquanto que, com o Presidente Lula, do PT, cresceu de R$ 200 para R$ 545 (aumento de 172,5%).

Logo, esses dados inquestionáveis mostram que o discurso do PT priorizando os mais pobres é falso; é, na verdade, a maior sacanagem política já feita na História do Brasil com os mais carentes.

Os números não mentem: nos oito anos do governo do Presidente Fernando Henrique Cardoso o salário mínimo foi corrigido em 209% enquanto nos oito anos do governo Lula foi corrigido em apenas 172,5%, ou seja, 36,5% a menos que no governo do Presidente Fernando Henrique Cardoso, agravado com o fato de que no governo de Fernando Henrique Cardoso os trabalhadores que ganhavam até 5 salários mínimos eram isentos de impostos de renda enquanto no governo do PT quem ganha mais de 2,5 salários mínimos é tributado.

O PT é isso ai.

Júlio César Cardoso

Júlio César Cardoso

Bacharel em Direito e servidor federal aposentado. Balneário Camboriú-Santa Catarina.
Categorias