O Governo de Caculé realizou no dia 07 de setembro o desfile cívico alusivo a Independência do Brasil

Por ASCOM.CACULE

 

Caculé vivenciou no dia 7 de setembro um dos desfiles mais intensos! Rico em cultura, beleza, educação e identidade do seu povo. Com o tema “Caculé, Vida e Memória”, o projeto e sua culminância revelaram o compromisso de gestores, professores, alunos, entidades participantes e comunidades presentes com as suas raízes. Emoções e chuva; força e persistência! Entre bandeiras, cores, faixas, banners, fantasias, painéis, adereços, músicas e coreografias; as ruas se encheram de vida, de memórias, alegrias e saudades. Manoel Caculé desbravou a mata e aqui chegou, plantou, se estabeleceu, fez história. O “Negro e a Rosa”, cantado por artistas da terra é quase um hino de louvor às nossas origens. Hoje, como nos versos do poeta Casimiro de Abreu “Todos cantam sua terra, também vou cantar a minha…” os poetas caculeenses também cantam a sua terra. Caculé tem seus cantos e encantos; lugares geográficos e lugares da memória. O Desfile de 07 de setembro foi mais um evento exitoso do centenário da nossa cidade. O projeto “Caculé, Vida e Memória” homenageou os Prefeitos que administraram a cidade no decorrer desses cem anos de emancipação política; retratou as riquezas naturais, representadas por alunos, profissionais da educação, cultura e esporte; bem como, entidades religiosas e institucionais. E também, a Maçonaria, que vem marcando presença ao longo dessa trajetória. As Bandas convidadas de Palmas de Monte Alto, Rio de Contas e Rio do Antônio abrilhantaram a comemoração. Vale destacar que a Banda Marcial Professor Adelbardo Silveira, do Colégio Estadual Norberto Fernandes, de Caculé, fez balançar o coração da platéia-testemunha do crescimento da cidade, que assistiu ao desfile com os olhos encharcados de emoção, que a chuva não impediu de transbordar.  Fica a certeza de que, mesmo vivendo a modernidade líquida, da fluidez das amizades e até mesmo dos valores; uma educação de qualidade busca preservar os princípios e se fundamentar em bases sólidas, valorizando a ética e a moral; e, é nessa perspectiva, que são educadas as crianças e os jovens caculeenses, para o exercício consciente da cidadania. “Brava gente brasileira!”, nós somos parte indissociável dessa história!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias