O Poder Judiciário do Estado da Bahia vai sediar o fórum sobre segurança e desenvolvimento humano na América Latina e no Caribe

Por: Imprensa TJBA

O Fórum sobre Segurança e Desenvolvimento Humano, na América Latina e no Caribe, acontece nos dias 11 e 12 de abril de 2022, no auditório da sede do Poder  Judiciário do Estado da Bahia, em Salvador.

O coordenador geral do Comitê Permanente da América Latina para Prevenção do Crime (COPLAD), Edmundo Oliveira, Professor PhD, se reuniu com o presidente do Poder Judiciário do Estado da Bahia, desembargador Nilson Soares Castelo Branco, e sua equipe, para traçar as diretrizes e a organização do evento que vai reunir os países integrantes do Comitê Permanente da América Latina para a Prevenção do Crime (COPLAD) e do Programa do Instituto Latino-Americano das Nações Unidas para a Prevenção do Crime e o Tratamento do Delinquente (ILANUD) da Organização das Nações Unidas (ONU): Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Equador, El Salvador, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana, Uruguai e Venezuela.

Os temas escolhidos para as Exposições de renomados conferencistas, do Brasil e do Exterior, envolvem o planejamento de abordagens que devem destacar a necessidade da eficácia universal das normas, dos princípios e das plataformas das Nações Unidas para reforçar as dimensões multilaterais dos direitos humanos, das liberdades fundamentais e da dignidade dos povos na América Latina; para contribuir com propostas para o Grupo de Trabalho Interministerial que cuida, junto à ONU, da estruturação da Universidade Mundial das Nações Unidas para a Segurança e o Desenvolvimento Social; para implementar a expansão acadêmica e científica de Escolas de Negócios e Empreendedorismo com oportunidades de cidadania e formação ética-profissional de crianças e jovens que vivem em comunidades carentes na América Latina; e para recomendar maior amplitude do diálogo, do consenso na construção coletiva da governança com fórmulas criativas de paz, segurança humana e justiça social, no fluxo dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – Agenda 2030 das Nações Unidas.

A primeira reunião foi marcada por avanços significativos na promoção do evento que fortalece a missão do judiciário, em busca da pacificação social e dos valores transversais, plurais e democráticos, destacados pela Universidade Corporativa do PJBA, referência em educação corporativa no Poder Judiciário Nacional. O desembargador Geder Luiz Rocha Gomes é o chefe da Comissão Executiva Nacional e a desembargadora Maria de Lourdes Pinho Medauar é a coordenadora regional do evento.

 

 

 

 

Foto de Capa; Divulgação

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,