Parceria da OAB com a Hemoba mobiliza advogados à doação de sangue

Por: ASCOM HEMOBA

Uma parceria entre a Fundação Hemoba e a Comissão Especial do Direito do Terceiro Setor OAB/BA mobiliza os advogados para a doação de sangue e cadastro de medula óssea. No próximo sábado, dia 8, das 8 às 12h, ocorrerá uma ação com a presença de membros da OAB no Hemocentro Coordenador (Av. Vasco da Gama) com o objetivo de construir a cultura da doação entre os advogados e toda a sociedade da Bahia.

“Desejamos iniciar a cultura dos advogados realizarem a doação de sangue e o cadastro de medula óssea, não apenas aqui na capital como também no interior por meio das subseções. Com o apoio das vans da CAAB (Caixa de Assistência dos Advogados da Bahia), o advogado poderá doar nos vários postos da cidade. O terceiro setor tem o intuito de incentivar o voluntariado e assim salvarmos vidas”, afirma Karine Rocha, presidente da Comissão Especial do Direito do Terceiro Setor OAB/BA. A Comissão trabalha na assistência à sociedade civil, amparando juridicamente as entidades sem fins lucrativos com o intuito de promover a concretização dos direitos.

Na Bahia, a Hemoba possui 27 unidades fixas de coletas, sendo 06 na capital e 21 no interior. Em Salvador, o Hemocentro Coordenador (Av. Vasco da Gama) recebe os doadores de segunda-feira a sexta-feira, das 7h30 às 18h, e aos sábados, das 7h às 12h30. Nos shoppings Salvador e Salvador Norte, o atendimento ocorre de segunda-feira a sábado, das 9h às 18h; nos hospitais do Subúrbio e Ana Nery, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 16h30. Já no Hospital Irmã Dulce, a coleta funciona de segunda a sexta-feira, das 7h10 às 11h30 e das 13h às 16h. Para conferir o horário de atendimento no interior do estado, acesse o site: http://hemoba.ba.gov.br/

Critérios para doação de sangue – Para doar é preciso ter entre 16 e 69 anos, sendo que os menores de 18 anos devem estar acompanhados por um responsável legal, é necessário também apresentar um documento original com foto, estar com o peso acima de 50 kg, bem de saúde, descansado e alimentado, ter evitado alimentos gordurosos algumas horas antes da doação, não fumar por pelo menos duas horas e não ingerir bebida alcoólica 12 horas antes.

Cadastro de medula óssea – Para se tornar um doador de medula óssea é necessário ter entre 18 e 35 anos de idade, estar em bom estado geral de saúde, não possuir doença infecciosa ou incapacitante e não apresentar doença neoplásica (câncer), hematológica (do sangue) ou do sistema imunológico. Para se cadastrar, o voluntário preencherá um formulário com dados pessoais e realizará a coleta de uma amostra de sangue com 5 ml para testes de compatibilidade. Os dados pessoais e os resultados dos testes serão armazenados no REDOME (Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea), coordenado pelo Instituto Nacional de Câncer (INCA) desde 1998.

 

 

 

 

Foto de Capa: Divulgação

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,