População interdita BA-142 e cobra promessas não cumpridas do governador Rui Costa

Manifestantes interditaram rodovia em Ituaçu por mais de dez horas e em Barra da  Estiva por duas horas cobrando a reconstrução imediata da BA-142

Foto: Divulgação/Redes Sociais

Por Redação

Em protesto contra o que chamam de descaso do Governo do Estado e pelo não cumprimento de compromissos feitos de requalificação dos 243 quilômetros da BA-142, no trecho entre o Distrito de Sussuarana (Tanhaçu) e o município de Andaraí, obra que teria sido incluída, conforme foi amplamente divulgado em 2015 por parlamentares ligados ao governador Rui Costa dos Santos (PT),  no Premar II (Programa de Restauração e Manutenção de Rodovias do Estado da Bahia), financiada com recursos do Banco Europeu de Investimentos, culminaram a realização de uma grande manifestação da população dos municípios de Tanhaçu, Ituaçu e Barra da Estiva, que durou mais de doze horas nesta segunda-feira, dia 1º de abril.

Empresários, lideranças comunitárias e populares dos três municípios, mobilizados através das redes sociais, bloquearam colocando fogo em pneus e com galhos de arvores as duas pistas do que restou da rodovia na altura da Fábrica de Cimento Itaguarana. O tráfego pelo local somente foi liberado para ambulâncias e pessoas com necessidades especiais – consultas médicas já agendadas, por exemplo. A manifestação foi pacífica e apesar da Polícia Militar Rodoviária Estadual ter tentado, os manifestantes cumpriram o cronograma elaborado e somente a partir das 14hs00 começaram a deixar o local.

Foto: Gil Mendes/Blog Informe Ituaçu

“Bloquear a via foi uma medida que gostaríamos de não ter tomado, mas foi o que restou para demonstrar a indignação da população com o descaso do Governo do Estado e de políticos que aparecem apenas quando as notícias são positivas”, afirmou um dos líderes da manifestação, cuja identidade solicitou fosse preservada, “embora todo mundo saiba que nós estamos à frente desse movimento”.

Segundo ele, nenhum dos deputados que dizem representar a região, um deles, inclusive, filho de Barra da Estiva, se solidarizou com a população e não demonstrar estar preocupado com os prejuízos que os municípios, quer tem sido penalizados pela drástica redução do fluxo de turistas e pelas perdas com a dificuldade ou encarecimento dos fretes para escoamento da produção, além dos acidentes que se tornaram rotineiros por conta da total falta de segurança e trafegabilidade do trecho rodoviário. Apenas o prefeito de Ituaçu, Adalberto Luz, demonstrando estar sintonizado com os anseios da população regional e reforçando o discurso dos manifestantes de que as precárias condições da estrada tem agravado ainda mais a crise econômica, prejudicando o turismo, uma das principais fontes de recursos da região, e comprometendo o escoamento da produção agrícola.

Outro ponto ressaltado pelos manifestantes e que causou mais indignação ainda nos moradores foi o fato do Governo do Estado, tão logo foi divulgada a realização do protesto na última semana, ter enviado equipes para realizar uma operação tapa-buracos, utilizando terra, que não resistiu às chuvas e aumentaram ainda mais os riscos para os motoristas e usuários que são obrigados a trafegar pela BA-142. “O governador Rui Costa precisa começar a respeitar a população. Quando não promete o que não pretende cumprir, determina ações enganosas, como esse tapa buracos com terra que mandou fazer acreditando que poderia esvaziar nosso movimento”, indignou-se outro manifestante.

Tão logo foi encerrada a mobilização em Ituaçu, um grupo de manifestantes interditou outro trecho da BA-142, na altura do Bairro Morada dos Pássaros, na saída para Ibicoara. O mote da manifestação em Barra da Estiva foi o mesmo, a imediata recuperação da BA-142.

Foto: Blog Informe Barra

Também pacífica, a manifestação em Barra da Estiva serviu, segundo um dos organizadores do movimento, para alertar o Governo do Estado para insatisfação da população. “Se não houver uma resposta rápida do Governo, sinalizando deforma efetiva que os serviços serão realizados, estamos fartos de promessas, vamos promover outra interdição da estrada, mas por um período de tempo maior. Hoje foi apenas para alertar”, destacou um dos líderes do movimento que não contou com apoio de nenhuma liderança política do município, o que foi saudado pelos participantes como positivo. “Fica claro para o governador que este é um movimento apartidário e que tem como único objetivo defender os interesses da população”, apontou.

Tanto em Ituaçu, quanto em Barra da Estiva, os motoristas que ficaram retidos nos bloqueios demonstraram apoiar a iniciativa dos manifestantes. “Essa estrada é um descaso, uma irresponsabilidade. Tem sido responsável por prejuízos incalculáveis de quem é obrigado a pagar tributos, como o Ipva, por exemplo, e não tem nenhuma garantia que vai trafegar em segurança. Carros quebrados ou apresentando danos, acidentes com vítimas fatais, comprometimento das atividades turísticas, do escoamento da produção e dos deslocamentos de pacientes para tratamento especializado de saúde, que também o Governo do Estado não oferece nos municípios da região, são tratados pelo governador Rui Costa com desdém. Essa indiferença do governador despertou a população e nós não vamos nos dispersar enquanto a estrada não tiver sido totalmente recuperada”, discursou outra liderança barra-estivense.

Outro lado

A reportagem do JS não conseguiu contato com os prefeitos de Tanhaçu (Jorge Teixeira da Rocha, do DEM), Barra da Estiva (João – de Didi – Machado Ribeiro, do PTB), Ibicoara (Haroldo Aguiar, do PTB) e Mucugê (Cláudio Manoel Luz Silva, do PSD), que não participaram dos protestos, para que pudessem expor as razões pelas quais preferiram manter-se à margens das manifestações da população, se avalizam as queixas e que medidas já teriam ou estariam ou pretendem adotar no sentido de sensibilizar o Governo do Estado a tirar do papel o projeto de restauração da BA-142.

O Governo do Estado, através de nota da Secretaria de Estado de Comunicação Social da Bahia (Secom/GovBA), encaminhada à Redação do JS pelo aplicativo WhatsApp, informou que os serviços de manutenção já estariam sendo executados na BA-142, no trecho entre Barra da Estiva e Tanhaçu, pela Secretaria de Estado de Infraestrutura da Bahia. “Além disso”, prossegue a nota da Secom/GovBA, “o lançamento do Edital para realização das obras em aproximadamente 745 km de extensão de rodovias estaduais pelo Programa de Recuperação e Manutenção [Premar II – Programa de Restauração e Manutenção de Rodovias do Estado da Bahia] está previsto para o mês de maio”.

Ainda de acordo com a nota da Secom/GovBA, nos 745 quilômetros de rodovias que deverão ser restauradas, estão os trechos da BA-142 entre Andaraí até o Distrito de Sussuarana, em Tanhaçu, passando pelo entroncamento da BA-242/Mucugê.

Redacão Jornal do Sudoeste

Redacão Jornal do Sudoeste

Desde seu lançamento, o JS vem revolucionando a imprensa regional. Foi e continua sendo pioneiro na adoção de cores em todas as suas páginas e no lançamento de suplementos especiais que extrapolam o simples apelo comercial, envolvendo a comunidade em reflexões sobre temas de interesse geral por ocasião do Natal e dos aniversários de emancipação de municípios da sua área de abrangência de circulação.
Categorias , ,