Por que realizar a lavagem nasal é tão importante quanto lavar as mãos

Especialista apresenta os benefícios desta prática simples e eficaz

 

Por Larissa Amorim Gonçalves

 

Em tempos de conscientização sobre a importância da higienização das mãos, direcionamos a atenção também para a relevância da higiene nasal, o procedimento simples e rápido de enxaguar o nariz com soluções salinas que a maioria da população conhece, mas não incluem em seus cuidados diários.

O nariz é considerado a porta de entrada do sistema respiratório, sua função também é aquecer, umidificar e filtrar o ar, desempenhando a atividade de uma barreira contra agentes externos, por isso sua limpeza diária é importante. Ao tocar inúmeras superfícies com as mãos, é comum o acumulo de vírus e bactérias, já no nariz, os elementos se instalam constantemente a cada inspiração, e mesmo com um sistema de defesa eficaz, pode-se desenvolver doenças respiratórias.

As doenças respiratórias causam grandes impactos na saúde mundial e constituem 5 das 30 causas mais comuns de morte, segundo a Organização Mundial de Saúde, as infecções do trato respiratório, causadas por gripes, matam de 250.000 a 500.000 pessoas anualmente. “As pessoas tendem a não dar tanta atenção às doenças respiratórias, por acharem que tem fácil tratamento e baixas consequências. O que elas não sabem é que problemas respiratórios que aparentam ser simples, podem evoluir para complicações mais sérias e desenvolver doenças secundárias”. Alerta a otorrinolaringologista, Tatiana Abdo (CRM-SP 101.585).

“A limpeza proporciona uma higiene nasal completa e prolongada, eliminando eventuais agentes presos nas paredes da cavidade nasal e vias respiratórias, e evita que esses agentes se desenvolvam e tornem-se doenças respiratórias no futuro. Realizar a higienização nasal com soluções salinas deve fazer parte da rotina de cuidados de todos, no mercado você encontra produtos para todas as faixas etárias, inclusive com o bico anatômico, para não machucar o narizinho da criança”, explica o especialista.

 

Referências Consultadas:

Forum of International Respiratory Societies. The Global Impact of Respiratory Disease – Second Edition. Sheffield, European Respiratory Society, 2017. Disponível em: <https://www.who.int/gard/publications/The_Global_Impact_of_Respiratory_Disease_POR.pdf>. Acesso em: julho, 2020.

Manoukian J. Higiene nasal em pediatria. In: Sih T (coord). V Manual de Otorrinolaringologia Pediátrica da IAPO – Interamerican Association of Pediatric Otorrhinolaryngology. 2006. Disponível em: <http://www.iapo.org.br/manuals/v_manual_br_31.pdf>.  Acesso em: julho, 2020.

Mion O, Di Francesco RC. Higienização nasal na prevenção de doenças respiratórias. Recomendações: Atualização de Condutas em Pediatria. 2017; Junho (80): 3-5. Disponível em: <https://www.spsp.org.br/site/asp/recomendacoes/Rec80_Otorrino.pdf>. Acesso em: julho, 2020.

 

 

Foto de Capa: otorrinomarco.com.br.

Jornal do Sudoeste

Categorias ,