77 3441-7081 — [email protected]

Prefeito de Cocos avalia positivamente primeiros dois anos de mandato

Por Lucimar Almeida

 

Marcelo de Souza Emereciano: “O que já foi possível transformar no município desde que assumimos o mandato, principalmente no resgate da autoestima e na melhoria da qualidade de vida da nossa população, já me faz um político realizado”. Foto: Mariana Almeida.

Eleito em outubro de 2016 com 6.167 votos, obtendo 50,13% dos votos válidos, o médico Marcelo de Souza Emereciano, do Partido da República, conta hoje com grande popularidade, resultado de um modelo de gestão participativa, pluralista e empenhada em atender as principais demandas da população.
Na última semana, em meio à rotina de trabalho na sede da Prefeitura Municipal, o prefeito recebeu a reportagem do JS para uma entrevista exclusiva, quando fez uma avaliação positiva dos dois primeiros anos de mandato, embora ressaltando que ainda há muito a ser feito para dar continuidade ao processo de desenvolvimento econômico e social do município, com foco na eficiência e qualidade dos serviços prestados pelo ente público.

O prefeito admitiu que, mesmo reconhecendo a necessidade de continuar trabalhando para que o município possa consolidar os avanços já registrados e incorporar novas conquistas que atendam aos anseios e às demandas da população, já pode se considerar “realizado politicamente”. “O que já foi possível transformar no município desde que assumimos o mandato, principalmente no resgate da autoestima e na melhoria da qualidade de vida da nossa população, já me faz um político realizado”, asseverou, lembrando que Cocos abandonada e isolada já faz parte das páginas tristes do passado. “Cocos é hoje uma cidade limpa, ao contrário de quando assumimos, que mais parecia um imenso lixão. Depois de quarenta anos conseguimos viabilizar e a cidade já é servida por uma linha regular de ônibus para Brasília. Sem contar que lideramos uma mobilização, que contou com a efetiva participação de empresários da região, inclusive doando recursos, que resultaram na federalização da BR-030 que já oferece condições de trafegabilidade e segurança”, apontou Marcelo Emereciano, lembrando que as intervenções na rodovia exigiram investimentos superiores a R$ 6,5 milhões, dos quais R$ 2,5 milhões foram arrecadados junto ao empresariado regional. “Esse trabalho possibilitou que trouxéssemos a Cocos, em duas ocasiões, o ministro de Estado dos Transportes”, observa.

 

Zona rural

Na zona rural, nos últimos dois anos, o Governo Marcelo Emereciano desenvolveu um arrojado plano de ação, realizando uma série de melhorias na recuperação, adequação e manutenção de estradas vicinais, assegurando melhores condições de trafegabilidade e segurança para usuários e para o escoamento das safras agrícolas, fomentando a economia do município que é baseada na produção rural.

 

Educação

O prefeito disse que as ações projetadas para o setor educacional do município vêm obtendo resultados bastante animadores. “Podemos nos orgulhar de ter no município um Ensino Público de qualidade. Um avanço que também deve ser creditado ao comprometimento dos profissionais da Educação – gestores e professores – com as metas que estipulamos. Ainda falta muito para alcançarmos a excelência que projetamos, mas estamos caminhando e avançando significativamente”, ressaltou o gestor.

 

Saúde

Médico por formação, Marcelo de Souza Emereciano destaca importantes avanços na área da Saúde Pública, principalmente a humanização no atendimento aos pacientes e ampliação da oferta de vagas conveniadas em centros mais avançados. “Além da contratação de mais profissionais – médicos, enfermeiras e dentistas – para atender no município, qualificando e dignificando a oferta de serviços à população”, ressaltou.

 

Social

Na área social, destaca o prefeito Marcelo Emereciano, uma série de programas e investimentos foram retomados desde que assumiu o mandato. Uma das ações desenvolvidas pelo Governo Municipal, através da Secretaria Municipal de assistência Social, está direcionada à segurança alimentar. “Distribuímos mensalmente cerca de 850 cestas básicas. Mas aliada a essa distribuição temos desenvolvido ações de ressocialização e inserção no mercado de trabalho das famílias beneficiadas”, conta.

 

Agricultura

Carro chefe da economia do município, a agropecuária – milho, feijão, verduras, legumes e frutas e gado de corte e de leite – foi uma das áreas que primeiro mereceram atenção da Administração Municipal. “As primeiras providências que adotamos, ao assumir o mandato, apesar das dificuldades encontradas, foi relacionada a requalificação das estradas, pois sem estradas em boas condições o agricultor não tem como escoar a safra”, destacou.

A Administração Municipal também tem incentivado e continua trabalhando para que os pequenos agricultores e criadores do município possam se qualificar e agregar valor à suas produções, além de promover capacitações para que possam formar Associações e Cooperativas. “Estamos trabalhando para que haja melhorias na produtividade das atividades agropecuárias e para proporcionar ao homem do campo condições para que ele possa desenvolver sua propriedade e, por consequência, a economia do município e a melhoria da qualidade de vida de toda a população”

 

Equilíbrio das contas públicas

O prefeito reconheceu que apesar da gestão estar sendo conduzida pautada nos princípios da probidade, da ética e da transparência, algumas falhas técnicas, nada que comprometa a lisura dos atos, podem ter sido cometidas e estão sendo corrigidas. “Não descartamos que possa ter havido, nesses pouco mais de dois anos, equívocos do ponto de vista burocrático na gestão financeira, mas nada que desabone a conduta, a probidade e a seriedade de nossa Administração”.

 

Próximos dois anos de mandato

“Estamos muito otimistas com a possibilidade do país encontrar seu rumo e finalmente podermos sair dessa crise econômica que tem penalizado principalmente os municípios. E, esperamos também, ser respaldados pela retomada do processo de desenvolvimento econômico que tem sido projetado e pela recuperação da capacidade dos Governos Federal e do Estado de investir, podermos ser beneficiados e ter nossos projetos que visam o desenvolvimento do município atendidos”, afirmou o republicano, acrescentando que os município sozinhos não conseguem realizar investimentos que atendam aos anseios da população. “Estamos muito confiantes que os próximos dois anos serão de prosperidade e realizações em todos os setores do município”, enfatizou.

 

Futuro político

“Temos um trabalho diferenciado, mas não significa que o sucesso de nossas ações são a certeza de que iremos pleitear candidatura à reeleição”, diz o prefeito de Cocos, Marcelo de Souza Emereciano. Foto: Mariana Almeida.

Apesar do sucesso da gestão e das boas perspectivas para os próximos dois anos, o prefeito Marcelo de Souza Emereciano não parece estar decidido a disputar a reeleição. “Temos um trabalho diferenciado, mas não significa que o sucesso de nossas ações são a certeza de que iremos pleitear candidatura à reeleição”, aponta, destacando que há outros pontos a serem considerados, entre os quais as questões familiares e profissionais.

O prefeito destaca que, por estar observando intransigentemente, até por princípios, a probidade na condução da gestão municipal, tem enfrentado um certo desequilíbrio na questão financeira e terá de rever e fazer concessões no campo pessoal e profissional para avaliar a possibilidade de disputar a reeleição em 2020. “Evidentemente, se não conseguir ajustar a vida pública à pessoal e profissional, seguramente não colocarei meu nome para disputar a reeleição em 2020”, afirmou.

Marcelo Emereciano ressaltou, no entanto, que essa discussão em torno das eleições municipais do próximo ano são prematuras e não o preocupam. “Se a opção for por não disputar a reeleição, o grupo tem nomes qualificados para dar seguimento ao trabalho que estamos realizando e para assegurar avanços para consolidar a melhoria das condições e da qualidade de vida do povo coquense”, concluiu.

Jornal do Sudoeste

Categorias ,