Prefeito de Itambé luta pela permanência do Gilberto Viana e conclama a sociedade para abraçar esta causa

Por Nicolaia Achy

Prefeito Eduardo Gama ao lado do chefe de gabinete da Secretaria Estadual de Educação, César Lisboa

Desde quando surgiram as primeiras informações, no final de 2018, sobre o fechamento do Colégio Estadual Gilberto Viana (CEGV), tradicional instituição de ensino do município de Itambé, o prefeito Eduardo Gama se mobilizou para conseguir junto às autoridades competentes a continuidade das atividades no município.

Na ocasião, a garantia de mais um ano em funcionamento foi conquistada. Agora, o prefeito e demais autoridades municipais, a Fundação Juracy Marden e a sociedade civil estão unidos para buscar garantir o não fechamento do colégio, uma vez que foi divulgado o encerramento dos trabalhos de forma gradativa, como parte da ação de reordenamento da Rede Estadual de Ensino.

Na última quinta-feira (04), o prefeito participou de uma audiência na Secretaria Estadual de Educação, com o objetivo de apresentar a necessidade da permanência do colégio, bem como a sua importância histórica para a cidade.

Já na última semana, uma audiência pública, realizada na Câmara Municipal, convocou toda sociedade para debater a situação, onde houve uma grande comoção pública. Na oportunidade, o prefeito Eduardo Gama mais uma vez se colocou à disposição para buscar soluções e lutar pelo não fechamento da escola.

“Diante dessa situação, devemos nos unir e mostrar a verdadeira força do povo itambeense. Não podemos nos furtar de qualquer sacrifício nessa luta. Se Itambé perder o CEGV, perderá parte da sua história e muitos perderão um futuro”, afirmou o prefeito, conclamando a todos para abraçar a causa.

Jornal do Sudoeste

Categorias