Presidente da UPB cobra do Governo do Estado repasses da Saúde

Por Lucimar Almeida

O interiorização do crescimento na curva de contágio do Novo Corona vírus (Covid-19) e as consequências, previsíveis, das medidas restritivas adotadas para prevenção e combate da doença, principalmente nos municípios que não dispõem de um Sistema de Saúde preparado para enfrentamento de pandemias, que são a maioria no Estado, que estão sendo obrigados a remanejar os recursos que tem sofrido reduções consideráveis, comprometendo o funcionamento das máquinas públicas municipais e o atendimento às demandas da população, tem tirado o sono dos prefeitos baianos.

Diante desse cenário, consciente das suas atribuições enquanto presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB) e vice-presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), o prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro Pereira (PSD), encaminhou na quarta-feira (24), um oficio endereçado ao governador Rui Costa dos Santos (PT) cobrando a regularização dos repasses de recursos da área da Saúde Pública referente referentes a programas desenvolvidos pelos municípios, incluindo Atenção Básica, Rede Urgência e Emergência, Assistência Farmacêutica, entre outros.

Ao tornar público, através das rede sociais, a cobrança feita ao Governo do Estado, o presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB) apontou as dificuldades que estão sendo enfrentadas pelos gestores municipais, sublinhando que os valores dos repasses atrasados, principalmente neste momento de “crise sem precedentes”, conforme enfatizou, tem causado prejuízos à população, notadamente a parcela mais vulnerável da sociedade, que acaba sendo privada do atendimento e da execução de políticas públicas.

Ribeiro lembrou que a Bahia, segundo dados divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde, no Boletim Epidemiológico Covid-19, do último dia 23 de junho, número de pessoas infectadas pelo Novo Coronavírus se aproximava dos 50 mil e já haviam sido detectados em 362 dos 417 municípios.

Esses números, reforçou Eures Ribeiro, tornam ainda mais dramática a situação dos municípios em razão do atraso nos repasses de Programas de Saúde Pública, considerando que os Governos Municipais não podem deixar de dar continuidade à outras ações, inclusive de Saúde Pública, em outras áreas [Assistência Social, Infraestrutura, etc].

O presidente da UPB concluiu afirmando estar certo que os prefeitos baianos poderão, mais uma vez, contar com a solidariedade do governador Rui Costa, que saberá medir a importância da regularização dos repasses da Saúde Pública para que as ações desenvolvidas no combate à pandemia da Covid-19 possam ser efetivadas e atingir os objetivos propostos, beneficiando a população baiana.

Redacão Jornal do Sudoeste

Redacão Jornal do Sudoeste

Desde seu lançamento, o JS vem revolucionando a imprensa regional. Foi e continua sendo pioneiro na adoção de cores em todas as suas páginas e no lançamento de suplementos especiais que extrapolam o simples apelo comercial, envolvendo a comunidade em reflexões sobre temas de interesse geral por ocasião do Natal e dos aniversários de emancipação de municípios da sua área de abrangência de circulação.
Categorias , ,