Programa Universidade Para Todos oferece 15 mil vagas e inscreve até dia 22 de março

Por:  Comunicacao Governo da Bahia
Ingrid Moreira Sousa, estudante do 3° ano do Ensino Médio do Colégio Estadual Góes Calmon, aproveitou o primeiro dia de inscrição no Programa Universidade Para Todos (UPT), que inicia nesta terça-feira (12) e segue até o dia 22 de abril, para garantir seu lugar no programa. São 15 mil vagas oferecidas pelo Programa, com início das aulas previsto para maio, quando começa uma jornada destinada ao fortalecimento das aprendizagens e à preparação dos estudantes para acesso ao Ensino Superior.
Os cursos são oferecidos pelas quatro universidades estaduais (Uneb, Uefs, Uesc e Uesb e a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (Ufrb). Para 2022, o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC), realiza o investimento de R$10 milhões no Programa.
Realizado por meio virtual, o processo de inscrição no UPT é rápido e fácil. Basta acessar o Portal da Educação (http://www.educacao.ba.gov.br/)  com os dados escolares e pessoais e preencher um questionário socioeconômico. O critério de classificação, inclui o lançamento das notas de português e matemática, do último ano do Ensino Médio para egressos e notas 2° ano, para o caso de concluintes que estão no 3° ano em 2022.
Primeira aluna do Colégio Estadual Góes Calmon inscrita no UPT, Ingrid, de 18 anos, vê seu sonho de ingressar na universidade se aproximar. “Acho que vai facilitar bastante, porque já é um preparatório pra o futuro. Também já é mais uma vivência para o meu currículo”, conta a jovem que almeja cursar Publicidade e Marketing.
Público alvo
Além dos egressos do Ensino Médio das redes estadual ou municipais da Bahia (ou suas modalidades correspondentes), o Programa também incluí alunos no 4º ano da Educação Profissional. Também podem se inscrever alunos que concluíram os estudos através do Tempo de Aprender II, da Educação de Jovens e Adultos, concluído até 2008; e ainda aqueles que realizaram o exame supletivo ou Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).
Os estudantes participantes do UPT recebem ainda orientação profissional, com dicas sobre diversas profissões, e informações sobre as principais políticas de acesso e permanência vigentes nas universidades. Atualmente, Programa Universidade para todos abrange os 27 territórios de identidade da Bahia, com atuação direta em 200 municípios e com 270 locais de funcionamento.
Com cerca de 30 mil estudantes que já foram atendidos, o UPT se consolida como uma importante política de inclusão para alunos da rede pública acessarem ao Ensino Superior. “O Estado vem promovendo uma rede colaborativa, onde os programas e projetos se fortalecem para a nossa juventude que é o nosso foco principal. Temos a missão de fazer com que esse estudante perceba e compreenda que a universidade é pra ele, que ele pode ingressar e permanecer lá concluir o seu ensino superior”, destaca Patrícia Machado, coordenadora geral do UPT.
Oportunidade
Egressa do UPT, em 2019, Marina Pereira dos Santos cursa Arquivologia, na Universidade Federal da Bahia (Ufba) e conta sua experiência com o programa que viabilizou seu ingresso no Ensino Superior. “As aulas do UPT foram parte importante do meu aprendizado, além das desconstruções possibilitadas durante o programa, adquiri o hábito do estudo”, declara.
Os universitários que passaram pelo UPT podem voltar para o programa na condição de professor/monitor, a partir do terceiro semestre da graduação, caso desejem. Desta forma, o UPT figura ainda enquanto parte de uma política de permanência no ensino superior e garante a retroalimentação do programa, além de oportunizar o exercício da docência e garantir uma remuneração para os futuros profissionais.
Foto de Capa: Divulgação/Secom

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,