77 3441-7081 — [email protected]

Projeto da Defensoria possibilita coleta seletiva na Uesb em Vitória da Conquista

A assinatura de um convênio entre a Instituição, a associação de coletores e a universidade estadual garante meio ambiente mais saudável e renda familiar para recicladores

Por  Lucas Fernandes – Ascom/Defensoria BA

Em uma iniciativa do projeto Mãos que Reciclam, a Defensoria Pública da Bahia – DPE/BA na Comarca de Vitória da Conquista assinou um convênio com a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia – Uesb e com a Associação de Coletores de Resíduos Sólidos Recicláveis – Acres para efetivar a coleta seletiva e proporcionar educação ambiental no campus universitário.

A parceria garante a colaboração entre as três instituições para a implantação da coleta seletiva periódica no campus da Uesb em Vitória da Conquista e também o treinamento de servidores da universidade para a devida seleção dos resíduos recicláveis. A renda arrecadada será revertida para a família da Associação de Coletores que ficar responsável pela coleta no campus, nos termos do Convênio.

“Quanto maior o número de Pontos de Entrega Voluntária – PEV’s [local público onde os municípios podem se desfazer de materiais recicláveis] mais a população se sente estimulada a descartar adequadamente esses resíduos”, destacou a defensora pública que coordena o Mãos que Reciclam, Kaliany Gonzaga. Ela considera de extrema relevância a colaboração da Uesb no projeto.

Também estiveram presentes na reunião a defensora pública coordenadora da regional, Jeane Braga; o reitor da Uesb, Luiz Otávio de Magalhães; além de servidores das duas instituições, que auxiliarão nos desdobramentos administrativos e jurídicos para execução do convênio – assinado no dia 20 de setembro, em Vitória da Conquista.

Mãos que Reciclam

Conforme a coordenadora Kaliany Gonzaga, o projeto nasceu a partir da constatação de que grande parte dos assistidos, em extrema vulnerabilidade social, faz a coleta de resíduos sólidos em condições precárias e desumanas. “O fito da ação é garantir completa assistência social e jurídica aos coletores, bem como a correta destinação aos resíduos sólidos produzidos em Vitória da Conquista”, pontuou.

Além disso, a ação objetiva criar diversos Pontos de Entrega Voluntária no município, beneficiando as famílias associadas da Associação de Coletores de Resíduos Sólidos Recicláveis (Acres). Foi através da ação da 2ª Defensoria Pública Regional – Vitória da Conquista que foi criada associação, nos bairros Vila América e Bruno Bacelar, alcançando cerca de quarenta famílias.

Mãos que Reciclam também conta com a participação das defensoras públicas Jeane Braga e Josefina Moreira, do defensor público Lúdio Bonfim e dos servidores da 2ª Regional.

Antônio Luiz da Silva

Categorias