Projeto do IEE volta à Bahia para capacitar profissionais da Educação

Com o apoio da AES Brasil, a iniciativa busca capacitar cerca de 120 profissionais da Rede Pública de educação em quatro município baianos

Por AES Brasil Imprensa
A fim de reforçar práticas pedagógicas para ampliar o acesso de crianças e jovens ao esporte e atividades físicas, dentro e fora do contexto escolar, o Projeto Formação Continuada de Professores da Rede Pública, realizado pelo Instituto Esporte & Educação (IEE), com o apoio da AES Brasil, deu início às capacitações de profissionais da área da educação nos municípios baianos de Caetité, Igaporã, Guanambi e Pindaí. Este ano, devido às medidas de saúde para proteção e controle da transmissão do COVID-19, os conteúdos serão ministrados de forma online para mais de 120 inscritos no programa.

Voltado para profissionais da área da educação, como professores, gestores, coordenadores, estudantes e lideranças comunitárias envolvidos com a temática do Esporte Educacional, a ação contará com um total de 48h de capacitação dividida em três módulos que abordarão temas como: princípios do esporte educacional; didáticas do esporte; ‘Pedagogia do jogo’ e ‘Eventos de Esporte Educacional’ este é o segundo ano em que o Instituto Esporte & Educação (IEE), criado e presidido pela medalhista olímpica Ana Moser, realiza o projeto no estado da Bahia.

“Em 2019, a ação atingiu mais de 60 educadores dos quatro municípios. Este ano, com o patrocínio da AES Brasil, uma das mais importantes geradoras de energia renovável do País, por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, do Ministério da Cidadania e em parceria com as secretarias de educação das cidades de Caetité, Igaporã, Guanambi e Pindaí, mesmo de forma remota, pretendemos reforçar a metodologia do esporte educacional e preparar ainda mais 120 profissionais”, comenta Adriano Rossetto, coordenador do IEE.

De acordo com Andrea Santoro, coordenadora de Sustentabilidade e Responsabilidade Social da AES Brasil, o patrocínio da Companhia está atrelado ao comprometimento em apoiar o desenvolvimento socioambiental das comunidades vizinhas às operações da empresa. “Este é o segundo ano que, em parceria com o IEE, promovemos uma ação com esta importância na Bahia, nos municípios onde está situado O Complexo Eólico Alto Sertão II. Acreditamos que conseguiremos atingir mais profissionais da educação e, consequentemente, desenvolver boas práticas de educação aliadas ao esporte, contribuindo com a promoção de impactos socioeconômicos ainda mais positivos na região”, explica.

Sobre a AES Brasil
Acelerando o futuro da energia há mais de 20 anos, a AES Brasil é uma empresa geradora a partir de fontes 100% renováveis, que atua como plataforma integrada adaptável às demandas dos clientes. As soluções oferecidas pela companhia são customizadas, sempre buscando agregar valor e contribuir para a sustentabilidade do planeta. Atualmente, a AES Brasil conta com um portfólio de ativos renováveis com uma capacidade instalada total de 4,0 GW. Toda a energia gerada é proveniente de nove usinas hidráulicas, três pequenas centrais hidrelétricas (PCHs), que estão localizadas no estado de São Paulo, dos Complexos Eólicos Alto Sertão II (BA), Ventus (RN) e MS e Santos (CE e RN) e dos Complexos Solares Guaimbê e Ouroeste (SP). Além disso, conta ainda com o Complexo Eólico Tucano em construção na Bahia com 322 MW e um pipeline de projetos, chamado Complexo Eólico Cajuína (RN), formando um novo cluster de geração no Rio Grande do Norte.
Foto de Capa: GovBa.

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,