Projeto EcoKids realiza workshop para produção de HQs em Vitória da Conquista

Por Carol Magalhães*
As histórias em quadrinhos e a fotografia fazem parte do cotidiano dos jovens baianos, especialmente como uma forma de diversão. Mas essas formas de arte também podem ser grandes ferramentas para falar de assuntos sérios, como a preservação ambiental. É pensando nisso que o projeto ‘EcoKids’ realiza, hoje, dia 16, e amanhã, dia 17, o ‘Workshop de Fotojornalismo e Produção de Histórias em Quadrinhos’ para professores de escolas municipais e estaduais de Vitória da Conquista. Com a oficina, os educadores poderão ajudar seus alunos a criar histórias para participar do concurso de HQs do projeto, no dia 31 de outubro – as que foram selecionadas farão parte da segunda edição da revista EcoGibi Parque Municipal da Serra do Periperi.
A promotora de Justiça Karina Cherubini, coordenadora do projeto, afirma que a participação das escolas na construção do produto é extremamente positiva. “As escolas costumam inscrever quase todos os seus alunos nos eventos do EcoKids e do EcoTeens, o que normalmente representa ao menos 200 alunos por escola. Ano passado já foi um sucesso e queremos repetir o mesmo nesta edição”, disse. Nesta edição, participarão estudantes da Escola Municipal Ridalva Correia de Melo, da Escola Municipal José Rodrigues do Prado, da Escola Municipal Josias Casais-Dantelândia, do Colégio Estadual Abdias Menezes e do Colégio Modelo Luis Eduardo Magalhães.
Para inspirar os jovens na criação das HQs, o projeto ainda organizará uma visita à Reserva Florestal do Poço Escuro, que é parte do Parque Municipal da Serra do Periperi. Além do incentivo à produção das histórias, a ida à reserva procurará conscientizar os alunos sobre a necessidade de conservação da natureza local e a prática do ecoturismo na região.
O projeto EcoKids e EcoTeens, realizado pelo Ministério Público estadual por intermédio da promotora de Justiça Karina Cherubini,  tem como objetivo promover a conscientização ambiental em crianças e adolescentes a partir da criação de jornais. Estudantes de escolas públicas e privadas da Bahia participam do projeto, que já teve mais de 80 edições.
* Estudante de Jornalismo com supervisão de George Brito (DRT-BA 2927)

Jornal do Sudoeste

Categorias