Projeto Enem SPE ajuda estudantes de todo o Brasil

Educadores produzem conteúdo com reforço e revisão para quem está estudando para as provas do exame nacional

 

Por Ascom/ Sistema de Ensino Positivo

 

Com as datas das provas do Enem 2020 confirmadas pelo MEC, estudantes que tentam alcançar uma vaga no Ensino Superior por intermédio do exame precisam agora, além de muito foco e disciplina, se organizar e planejar uma estratégia de estudo diferenciada para não deixar a ansiedade atrapalhar toda a preparação final. À medida que o tempo parece ficar cada vez mais curto em relação ao dia da prova, os jovens devem reformular o cronograma de estudos conforme as necessidades individuais, verificando os assuntos que ainda devem ser estudados e os tópicos que precisam ser revistos.

Para contribuir com os estudantes de todo o país, o Sistema Positivo de Ensino inicia mais uma vez o Projeto ENEM SPE. Este ano, a novidade fica por conta das lives quinzenais – sempre às terças-feiras, conduzidas por assessores de áreas do Sistema Positivo de Ensino, além de convidados especiais. Com 1 hora de duração cada, as lives acontecem no canal do SPE no YouTube e são abertas para o público em geral, trazendo revisões de conteúdos de todas as áreas de conhecimento do Enem.

A fase inicial do projeto, chamada Prepara, inicia na próxima terça-feira, 22, com uma live que traz a presença do professor Ivys Urquiza, do site e canal Física Total. Urquiza tem um dos principais canais no YouTube para ensino de Física no país, sendo considerado pelo portal InfoENEM como um dos 10 melhores blogs de Física do Brasil. O canal tem quase meio milhão de inscritos e mais de 16 milhões de visualizações. Urquiza vai compor a live com a equipe de assessores da Área de Ciências da Natureza do Sistema Positivo de Ensino. As lives do projeto vão até 15/12.

De acordo com o Diretor Editorial do Sistema Positivo de Ensino, Joseph Razouk Júnior, o projeto Enem SPE já faz parte da contribuição que o Sistema Positivo de Ensino oferece aos estudantes de todo o Brasil na preparação para o exame. “O Enem é brasileiro, já faz parte do nosso calendário educacional como um importante instrumento de acesso às universidades e este projeto é uma das maneiras que encontramos de colaborar para que estudantes se preparem melhor para as provas”, afirma Razouk.

O diretor lembra ainda que, com o adiamento das provas por conta da pandemia, os estudantes ganharam um tempo a mais para os estudos. “Com as provas acontecendo apenas em janeiro e fevereiro de 2021, o projeto pode ser uma excelente oportunidade de aproveitar esse tempo a mais de estudo para rever conteúdos, resolver exercícios e reforçar os pontos necessários”, destaca.

Foto de Capa: Divulgação.

Jornal do Sudoeste

Categorias ,