Quinta que Canta

Expressão máxima dos nossos sentimentos, a música é uma das artes que mais abala os corações e toca a alma humana. É pura mágica! A música tem o poder de demonstrar o nível cultural de um povo. E Brumado, por sua vez, é demasiadamente bem representada por um projeto que a cada edição cresce e revela mais talentos nativos: Quinta Que Canta.

Desde a primeira vez que me apresentei no projeto, sinto ainda a mesma energia radiante ao subir em seu palco. O interessante é que o Quinta não é simplesmente um restaurante que recebe semanalmente três artistas para se apresentar. O Quinta, hoje, é o ponto de encontro de jovens e adultos das mais variadas faixas etárias, amantes da boa música e que desejam apreciar a cultura local.

Houve uma revolução na vida do brumadense. Quem diria que as quintas-feiras abrigariam os melhores shows acústicos da nossa terra? O crescimento do projeto foi algo estupendo! Em poucas semanas após a primeira apresentação do Quinta, a região sudoeste já conhecia a novidade que parava Brumado nos restaurantes. A lotação do projeto já chegou à casa dos milhares. E é justamente a brilhante participação do público que completa o Quinta Que Canta. O artista e o público devem trocar olhares, devem ver um o fundo da alma do outro e deixar que a música os conduza em uma viagem indescritível que esbanja êxtase por todo lugar.

Parabenizo a Chiquinho e a Nilzete pela grande idéia. Além de terem-no criado, levaram-no adiante de edição em edição, reluzindo as nossas noites de quinta-feira. Aos restaurantes que acolheram essa grande idéia fica o meu abraço de gratidão e minhas congratulações. E, com muita alegria no peito, agradeço aos brumadenses que curtem toda semana o bom da nossa cultura, que deixam a música ser o ar inalante de seus pulmões.

Joel Augusto é estudante e cantor

Júlio César Cardoso

Júlio César Cardoso

Bacharel em Direito e servidor federal aposentado. Balneário Camboriú-Santa Catarina.
Categorias