SESI/BA prorroga inscrições para cursos a distância de EJA até 30 de junho

Entidade oferta duas mil vagas para turmas gratuitas e totalmente on-line em sete municípios; interessado (a) só precisa ter acesso a computador e internet

 

Por Jalila Arabi/ Brasil 61

 

As inscrições para os cursos a distância de Educação de Jovens e Adultos (EJA-EaD) foram prorrogadas até 30 de junho na Bahia. Os interessados podem se matricular nas mais de duas mil vagas gratuitas pela internet, no site do Serviço Social da Indústria (SESI).

O SESI é a única instituição no estado a oferecer ensino médio e ensino fundamental II a distância, com oferta autorizada pelo Ministério da Educação. O curso também é chancelado pelo Conselho Estadual de Educação.

Conceição Souza Vieira, ex-aluna do EJA de Ilhéus, relata a emoção de ter concluído os estudos de forma on-line e ressalta que essa é uma oportunidade nesse momento de pandemia. “Estudar no SESI foi enriquecedor para meu currículo. Consegui concluir o ensino fundamental e médio, estudei pela plataforma. Foi ótimo porque não tomou muito meu tempo com os outros afazeres. Depois da formatura, arrumei um trabalho”, revela.

Também aluna da unidade de Ilhéus, Maria Tereza Nascimento, de 57 anos, endossa a importância dos estudos em sua vida. “Por meio do ensino a distância, eu pude transformar a minha vida. Tive ânimo e força para retomar os estudos, porque tinha dificuldade em aprender. Fui muito bem recebida por todos”, conta.

As vagas são oferecidas em Juazeiro, Luís Eduardo Magalhães, Brumado, Vitória da Conquista, Teixeira de Freitas, Ilhéus e Salvador. A gerente de Educação de Jovens e Adultos do SESI, Gisele Freitas, explica que a duração do curso depende da necessidade de cada aluno, a depender do grau de escolaridade. “Cada aluno possui uma trajetória, um caminhar diferente dentro do SESI, mas o período máximo é de 12 meses de aula”, detalha.

É preciso que o aluno ou aluna tenha acesso a computador, tablet ou smartphone para as aulas. Como os sete locais que ofertam o EaD estão fechados por conta da pandemia, é imprescindível que, nesse momento, o interessado tenha acesso à internet.

Arte: Érica Passos.

Por conta do distanciamento social, Gisele Freitas comenta que a educação a distância pode ser uma aliada para investir em educação e se preparar para o mercado de trabalho pós-crise.

“É uma das estratégias do SESI, principalmente em um cenário pós-pandemia. Ampliando esse número de vagas de acesso, essas pessoas vão retornar ao mercado de trabalho ou se manter nesse cenário competitivo que vamos enfrentar. Sem a educação básica, as pessoas não podem acessar outros níveis de formação”, pontua a gerente de Educação de Jovens e Adultos do SESI/BA.

Podem se matricular nos cursos pessoas maiores de 18 anos que ainda não tiverem concluído a educação básica. Não há taxa de inscrição ou de matrícula e os interessados devem anexar, no ato da inscrição, documentos pessoais (RG, CPF, foto 3×4, histórico escolar original ou autodeclaração de escolaridade e comprovante de residência com CEP válido) e comprovante de vínculo empregatício, em caso de trabalho formal. Mais informações podem ser consultadas pelo e-mail [email protected]br ou nos telefones das unidades de cada cidade.

Produção: Flávio Macedo.
Edição: Tácido Rodrigues.
Foto de Capa: MCTIC/ Divulgação.

Jornal do Sudoeste

Categorias ,