Teladoc lança aplicativo gratuito de consultas médicas online no Brasil

Com 50 mil médicos cadastrados, plataforma de telemedicina já está disponível para todo o país

 

Por Ascom Teladoc

 

Com o aumento no número de casos do novo coronavírus no Brasil e a recomendação para evitar ir aos hospitais, a Teladoc, empresa pioneira e líder global em cuidados virtuais de saúde, anuncia o lançamento do seu aplicativo de telemedicina, Teladoc App, no país. Disponível para Android e IOS, a plataforma oferece consultas médicas online de qualidade, humanas, sem custo – por tempo indeterminado – e com todo suporte especializado, a qualquer hora e em qualquer lugar.

O Teladoc App permite que o paciente agende tele consultas com médicos habilitados e certificados, conforme a sua disponibilidade pessoal de tempo e sem precisar sair de casa, com o atendimento realizado por vídeo ou áudio, sigilo, segurança e praticidade. Após a consulta, o acesso a prescrição médica é disponibilizado digitalmente, possibilitando o envio para farmácias. Além disso, a plataforma também oferece um monitoramento constante da saúde para que seja possível estabelecer metas como passos dados por dia, copos de água bebidos, acompanhar o seu peso, entre outros.

“A telemedicina é uma tendência mundial e a pandemia tem acelerado esse processo de transformação digital no mercado. Com as recomendações para evitar sair de casa, o Teladoc App surge para oferecer um serviço essencial, permitindo que todos tenham acesso aos profissionais de saúde, para tirar dúvidas e realizar consultas, com qualidade e segurança, de maneira gratuito e necessitando apenas de um aparelho celular com câmera e microfone”, afirma Jean Marc Nieto, diretor geral da empresa no Brasil. Segundo ele, o objetivo do serviço é elevar o nível do Brasil em termos de cuidados de saúde virtuais, com a pretensão de atender, até 2021, cerca de 10 milhões de pessoas.

Com o lançamento do novo aplicativo, para que o usuário possa ter mais facilidade em encontrar serviços físicos de saúde, a empresa possui um sistema de geolocalização, com rotas para prontos-socorros, hospitais e farmácias mais próximas, com todos os dados resguardados por lei e a segurança absoluta das informações compartilhadas garantida pela Teladoc.

“Além de poder reduzir filas de espera e o número de idas desnecessárias ao pronto-socorro, ampliando o acesso à saúde e especialistas de nicho, a telemedicina é ainda mais importante porque a oferta de médicos longe de grandes centros urbanos é menor do que a demanda. Desta forma, conseguimos auxiliar tda a população brasileira em escala”, finaliza o diretor.

Foto de Capa: Pixabay.

Jornal do Sudoeste

Categorias ,