Uesb forma especialistas na Residência Multiprofissional em Urgência e Emergência

Por Ascom/ Uesb

 

Iniciado em março de 2018, o Programa de Residência Multiprofissional em Urgência e Emergência (PRMUE), no campus de Jequié, em parceria com o Hospital Geral Prado Valadares (HGPV) e a Secretaria Municipal de Saúde, tem formado profissionais de excelência, tanto na atuação acadêmica quanto no mercado de trabalho local e regional. Na Especialização, sediada no HGPV, além de aulas teórico-práticas, os residentes realizam eventos com temas multidisciplinares, produzem materiais educativos e prestam serviços para a população.

O objetivo do Programa é cooperar com o processo de formação e capacitação de profissionais de saúde, visando a formação e qualificação de enfermeiros, farmacêuticos e fisioterapeutas. Para isso, atua por meio de conhecimentos técnico-científicos e raciocínio crítico reflexivo, permeados pela segurança do cuidado ao paciente, humanização e trabalho em equipe.

Coordenado pela professora da Uesb, Juliana Oliveira, o curso é desenvolvido por docentes da Universidade e de outras instituições de Ensino Superior, além de profissionais do Hospital. A Residência é organizada em um programa de treinamento em serviço com duração de 24 meses, tendo 1.152 horas de aulas teóricas e 4.608 práticas ou teórico-práticas, totalizando 5.760 horas. Os residentes são orientados pelos professores e acompanhados na vivência por tutores, gestores, preceptores e coordenadores.

Os tutores fazem a supervisão docente assistencial, acompanhamento e avaliação, dando suporte teórico e prático aos residentes, assim como trabalham no planejamento em conjunto e dão apoio ao preceptor nas atividades do campo. Já o preceptor supervisiona, orienta e acompanha o residente na sua prática diária. Os gestores e coordenadores locais apoiam as atividades que são desenvolvidas ao longo da formação dos profissionais residentes.

Produção e contribuição – Ao longo desses três anos, de acordo com a coordenadora, além de produzirem materiais informativos e educativos, os profissionais residentes participaram de sessões científicas, nas quais foram discutidos diversos temas relacionados à saúde. Durante o curso, eles passam um período em órgãos de saúde do município de Jequié, como centros de saúde, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Núcleo Regional de Saúde, Clínica de Fisioterapia da Uesb, dentre outros. “As produções, como materiais educativos, procedimentos operacionais padrão, guias de diluição, cartilha, álbum, banner, vídeos, entre outros têm a finalidade de melhorar a assistência em saúde”, explica a coordenadora. Segundo ela, esse material é apresentado para a gestão, coordenações e profissionais e são implementados nos estabelecimentos de saúde.

A Residência já entregou à sociedade cerca de 12 enfermeiros, seis fisioterapeutas e seis farmacêuticos, todos com o título de “Especialista em Emergência, Urgência e Intensivismo”. De acordo com a coordenadora, “a Residência contribui ao entregar para a sociedade profissionais mais confiantes, mais capazes de avaliar criticamente as situações de saúde e com uma visão mais ampliada do cuidado. Entregamos para a sociedade profissionais mais sensíveis e com mais respeito para com a equipe multiprofissional e para com a sociedade, haja vista que destacamos sempre a responsabilidade social que temos enquanto profissionais de saúde”.

A enfermeira Flávia Souza, representante do HGPV e uma das criadoras do Programa, destaca que a Residência é uma oportunidade de ampliar a integração entre ensino, serviço e comunidade, garantindo, assim, a melhoria dos serviços prestados à população de Jequié e região. “Muitos desses residentes, ao terminarem o curso, foram contratados pelo Hospital Prado Valadares”, exemplifica.

Processo seletivo – O ingresso na Residência se dá por meio do processo seletivo unificado para toda a Bahia, realizado via Edital. O Programa disponibiliza oito vagas para ampla concorrência, quatro para enfermeiros, duas para fisioterapeutas e duas para farmacêuticos. O processo seletivo é de responsabilidade da Comissão Estadual de Residência Multiprofissional e em Área Profissional da Saúde (Ceremasps), em parceria com as Comissões de Residência Multiprofissional (Coremu) e com os coordenadores dos Programas de Residência em Área Profissional da Saúde (Uniprofissional e Multiprofissional).

 

Foto de Capa: Divulgação.

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,