Vitória da Conquista: Câmara de vereadores empossa Edivaldo Ferreira Júnior

Por: Câmara Municipal de Vitória da Conquista

 

A Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC) conta com um novo vereador. Edivaldo Ferreira Júnior (PTB) foi empossado na tarde desta quarta-feira, 23, em solenidade na Casa do Povo. O novo parlamentar assumiu o cargo em cumprimento à uma determinação da Justiça Eleitoral.

Em seu pronunciamento de posse, Edivaldo expressou seu agradecimento a Deus, a família, e a todos que estiveram e torceram por ele. Disse ainda que chegou para somar e aprender com os outros vereadores e apresentou um pouco da sua trajetória na Câmara Municipal, porque já foi assessor jurídico de bancada, procurador geral e vereador durante oito meses. O parlamentar também falou dos seus feitos durante a atuação no Executivo Municipal e apontou algumas das bandeiras do seu mandato. “A inovação e o empreendedorismo serão uma das bandeiras do nosso mandato”, declarou. Por fim, disse que irá produzir nesses próximos dois anos o que não conseguiu fazer em quatro e afirmou que retornará aos projetos que ficaram paralisados.

Já o presidente da Câmara, Luis Carlos Dudé (MDB) ressaltou tantos momentos atípicos que a Câmara passou nos últimos dois anos e citou a posse do prefeito Herzem, enquanto o mesmo se encontrava internado, a posse da prefeita Sheila Lemos, após o falecimento de Herzem e agora, a posse do vereador, que pela primeira vez, substitui um vereador que teve seu mandato cancelado, após anulação dos votos do partido pela justiça eleitoral. Dudé parabenizou Edivaldo e disse que “espero que possa chegar trazendo contribuição para uma sociedade mais justa, humana e igualitária” e lembrou que “é aqui que o problema chega primeiro”. E finalizou desejando, ao novo vereador, boas vindas: “Seja bem-vindo a essa Casa e que possa contribuir com o crescimento da nossa Joia do Sertão Baiano”.

Edivaldo Ferreira Júnior é advogado e professor universitário, ministra aulas nas faculdades Independente do Nordeste (FAINOR) e Santo Agostinho (FASA). Ele é ainda especialista em Direito Eleitoral e em Direito Público e mestre em Teologia. Já exerceu os cargos de Assessor Jurídico e Procurador Geral da CMVC e de Chefe de Gabinete Civil, Procurador Geral do Município e Secretário Municipal de Gestão e Inovação da Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista. Em 2019, chegou a assumir a função de vereador. Nas eleições de 2020 se candidatou ao cargo de vereador, obtendo 1.804 votos.

Durante a cerimônia, algumas pessoas prestaram homenagem ao novo parlamentar. O coordenador do PROCN e ex-prefeito de Vitória da Conquista, Murilo Mármore, falou sobre a importância da parceria Câmara e Prefeitura, desejou sucesso ao novo vereador afirmando que o mesmo vai contribuir muito para o andamento da Casa Legislativa.

O ex-vereador e pai do vereador empossado, Edvaldo Ferreira, parabenizou o mandato do presidente da Casa, Luis Carlos Dudé, contou como foi o processo de interesse do filho pela política, desejou um excelente mandado para Edvaldo Ferreira Júnior e disse que tudo era no tempo de Deus.

O vereador Ricardo Babão (PCdoB) disse que não é fácil ser vereador e representar a terceira maior cidade da Bahia, além disso, afirmou que esse momento era triste, pela saída de Orlando, mas alegre pela chegada de Edvaldo Ferreira Júnior, que chegou para somar na Casa Legislativa.

O líder da oposição, Valdemir Dias (PT), desejou sucesso e boas-vindas a Edvaldo, que ele considera uma pessoa generosa e que vai enriquecer os debates e trabalhos na Câmara Municipal.

Xandó (PT), lembrou que esse é um momento importante pra toda a sociedade, citando a conquista das mulheres ao direito de cotas nos partidos políticos. Desejou boas vindas ao novo parlamentar e declarou que apesar das divergências políticas entre eles, “desejo sucesso”.

Novo vereador –  A posse de Edivaldo atende à determinação judicial proferida nos autos da AÇÃO DE INVESTIGAÇÃO JUDICIAL ELEITORAL Nº 0600521 – 28.2020.6.05.0039. O processo apurou e julgou denúncia de fraude por candidaturas fantasmas de mulheres envolvendo a chapa que havia elegido o agora ex-vereador Orlando Filho (PRTB). Com a decisão da Justiça Eleitoral, Orlando teve o mandato cassado. Já a indicação e diplomação de Edivaldo aconteceu na última sexta-feira, 18, por meio do reprocessamento dos votos das eleições proporcionais 2020.

 

 

Foto de capa: Divulgação

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,