Vitória da Conquista: Prefeito diz que não vai recuar na flexibilização das atividades não essenciais

Da Redação

 

Foto: Reprodução/ Redes Socias.

Numa clara postura de candidato à reeleição, o prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão Pereira (MDB), diante do eminente colapso no Sistema de Saúde da cidade e o avanço dos casos de contaminação pelo Novo Coranavírus (Covid-19), reforçou na tarde desta quinta-feira (16), disposição de contrariar as recomendações que têm sido feitas por profissionais da Saúde para que sejam revogados os Decretos Municipais que flexibilizaram as medidas restritivas de funcionamentos de atividades comerciais (varejo, atacado e serviços) não essenciais, além de atividades esportivas, culturais e religiosas.

O emedebista culpou o Governo do Estado pela expressiva taXa de ocupação de leitos, principalmente de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), na cidade e foi enfático, em vídeo publicado nas redes sociais, ao afirmar que não vai recuar da abertura de atividades não essenciais, prometendo, inclusive, manter o organograma que prevê a reabertura de outros setores, inclusive da Educação.

“Não vamos revogar Decretos, não vamos retroceder, nós vamos avançar”, sublinhou o prefeito, lembrando que na próxima fase, possivelmente ainda este mês, serão autorizadas a reabertura das Salas de Cinema, Teatros, Clube Recreativos, Instituições de Ensino, entre outros setores, que poderão ou não ser autorizados a reabrir ainda neste mês de julho.

 

 

Jornal do Sudoeste

Categorias , ,