Wilson Wellisch assume Secretaria de Radiodifusão.

Pasta passa a se chamar Secretaria de Comunicação Social Eletrônica.

Por: Pedro Peduzzi/ Reporter Agência Brasil.

Em vias de se tornar Secretaria de Comunicação Social Eletrônica, a Secretaria de Radiodifusão do Ministério das Comunicações já tem, em seu comando, Wilson Diniz Wellisch. Nomeado hoje (17), o novo secretário disse que terá, entre seus primeiros compromissos, “a transformação digital do setor”.

“Isso vai garantir maior eficiência e transparência às outorgas. Nesse sentido, vou trabalhar junto à minha equipe para buscar ferramentas de tecnologia da informação que nos permitam atingir este objetivo”, disse, em nota divulgada pela secretaria.

De acordo com a pasta, uma outra missão será a de implementar a chamada TV 3.0, que é considerada a nova geração da TV Digital, até dezembro de 2023.

“Trabalhamos para viabilizar a evolução da TV digital para a TV 3.0, que vai trazer ainda mais qualidade com transmissão em 4K e 8K, melhorias de cor e contraste e som imersivo, além do suporte à conectividade – casando a radiodifusão à banda larga”, detalhou o novo secretário.

Competências e perfil

Entre as competências da Secretaria está a de formular e supervisionar a execução de políticas públicas, de diretrizes, de objetivos e de metas relativas aos serviços de radiodifusão. Também cabe a ela propor e supervisionar a elaboração de estudos e atividades com vistas à inovação tecnológica do setor.

Graduado e mestre em Engenharia Elétrica pela Universidade de Brasília (UnB), Wilson Diniz Wellisch é servidor de carreira da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) desde 2011, com atuação, também, nos Ministérios das Comunicações e da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). Esta é a segunda vez que Wilson Wellisch assume a secretaria.

Ele já foi diretor do Departamento de Inclusão Digital; secretário de Telecomunicação Substituto; Secretário de Radiodifusão; diretor do Departamento de Projetos de Infraestrutura de Telecomunicações e Banda Larga; e diretor do Departamento de Política Setorial.

Na Anatel, trabalhou na Superintendência de Serviços Privados. Foi assessor da Gerência de Controle de Obrigações de Universalização e Ampliação do Acesso; superintendente de Outorga e Recursos à Prestação Substituto; superintendente de Fiscalização; e presidente substituto.

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,