77 3441-7081 — [email protected]

Zé Raimundo repudia “Descaso” de Gusmão com a Policlínica

Por Joana D’Arck 

 

O deputado Zé Raimundo (PT) usou a tribuna do plenário da Assembleia Legislativa, na sessão desta quarta-feira (2), para manifestar o seu repúdio ao “descaso” do prefeito Herzem Gusmão, de deixar Vitória da Conquista inadimplente com a Policlínica Regional sediada no município, a ponto de bloquear o atendimento à população local. Segundo ele, o alcaide, que alega falta de dotação orçamentária, deveria ter buscado solução jurídica para honrar o compromisso, assim como fizeram outros municípios associados ao consórcio da Policlínica.

“O prefeito não queria aderir ao consórcio da Policlínica e só o fez porque foi obrigado pela decisão favorável do Conselho Municipal de Saúde. E Agora está devendo porque não conseguiu aprovar uma lei para assegurar uma transferência de fundo a fundo, uma coisa que todos sabem fazer”, lembrou Zé Raimundo, ressalvando que tem evitado lançar críticas contra Gusmão. “Não costumo criticar a todo momento a administração municipal e o prefeito. Ele sim, fica o tempo todo falando mal do nosso governo”, disse referindo-se aos ataques do alcaide conquistense contra a administração estadual e as gestões anteriores do PT no município.

Sobre os disparos públicos de Gusmão contra os petistas, Zé Raimundo revidou: “Em todas as nossas gestões, cumprimos o que prometemos. Aí está o aeroporto Glauber Rocha, já operando com aumento na demanda de 80%; as obras da barragem do rio Catolé em andamento; os investimentos da Embasa, em mais de R$ 80 milhões só outras ações de abastecimento de água (adutoras e redes) e outras ações com apoio de parlamentares, como as emendas do deputado federal Waldenor Pereira, Jorge Solla, minha e de outros que tiveram voto no município, que estão fazendo uma revolução em Vitória da Conquista”, disse.

Apesar de evitar o embates com o adversário político conquistense, Zé Raimundo desta vez não poupou críticas e chamou atenção para a questão do transporte público e do transporte alternativo, que gerou tensão e descontentamento geral da população local, das empresas das linhas convencionais e dos vanzeiros. “Ele desregulamenta tudo, briga com todo mundo, vive trocando os cargos públicos, numa alternância absurda ao ponto de trocar até dez vezes os ocupantes de dois cargos. Portanto, lanço aqui o meu repúdio, principalmente contra a forma como o prefeito vem se relacionando com a Policlínica de Conquista, prejudicando a população”, afirmou.

Jornal do Sudoeste

Categorias