Zolpidem: Como o remédio que virou moda entre os jovens pode levar à morte

Medicamento para insônia pode causar graves danos à saúde mental e física

 

Por: MF Press Global

 

O Zolpidem é um medicamento usado no tratamento de insônia, classificado como hipnótico, o remédio tem efeito indutor do sono, pelo seu forte efeito, seu uso é indicado por no máximo quatro semanas.

No entanto, recentemente o medicamento virou moda entre os jovens pelos seus efeitos alucinógenos e tem sido usado para fins recreativos e sem prescrição médica, o que não é indicado e pode gerar uma série de problemas de saúde e podendo levar à morte.

Para quê o Zolpidem é utilizado?

O Zolpidem é um remédio que atua diretamente no centro do sono no cérebro, o que causa uma sedação instantânea no indivíduo, função essa muito bem aproveitada em tratamentos de insônia, ele só pode ser comprado sob prescrição médica e há limite de tempo de uso devido aos seus fortes efeitos.

Além disso, ele pode ser usado para “restaurar a função cerebral em pacientes em estado vegetativo após lesão cerebral, especialmente para aqueles cujas lesões cerebrais são principalmente em áreas não-tronco cerebrais”, como conclui o estudo “Zolpidem desperta pacientes em estado vegetativo após lesão cerebral: avaliação quantitativa e indicações”, publicado pela National Library of Medicine.

Os riscos do uso descontrolado do Zolpidem

O consumo de Zolpidem só pode ser feito sob prescrição médica para que ele não afete funções importantes do organismo, no entanto, a fama sobre seus efeitos alucinógenos fez com que vários jovens começassem a usar a droga de forma recreativa, o que traz diversos riscos à saúde, como explica o Pós PhD em neurociências e biólogo, Dr. Fabiano de Abreu Rodrigues.

“Os efeitos adversos mais frequentes associados ao zolpidem são náusea, dor de cabeça, tontura, sonolência, alucinação e perda de memória de curto prazo […] Além disso, este medicamento pode causar visão dupla ou outros problemas de visão, ou lesões graves”.

“Os efeitos colaterais a longo prazo do zolpidem podem incluir, comportamentos anormais relacionados ao sono, lesões relacionadas a acidentes ou quedas, câncer, risco de overdose, risco de transtorno por uso de substâncias (SUD) e morte”.

Cuidados com o uso do Zolpidem

Além de ser consumido apenas sob prescrição médica e respeitar o prazo máximo de utilização, existem alguns cuidados que devem ser tomados com o uso do Zolpidem, como deitar-se imediatamente após ingeri-lo e não ingerir outras substâncias como bebidas alcoólicas juntamente com ele.

Dr. Fabiano de Abreu ressalta a importância de tomar os devidos cuidados ao utilizar o medicamento e de não utilizá-lo com fins recreativos.

“Todo medicamento deve ser tomado sob prescrição médica, o profissional de saúde determina o uso de medicamento quando não há um bom funcionamento/produção de certos neurotransmissores, de forma que possa organizar o organismo para uma melhor homeostase”.

“Quando tomamos medicamentos sem necessidade, causamos uma perigosa disfunção podendo desorganizar essa produção acarretando em doenças e/ou riscos de morte seja em curto ou longo prazo. Assim como desencadear processos como demência, câncer, entre outros, todo medicamento causa dependência, principalmente quando não há necessidade de tomá-lo”. Destaca.

Texto sobre lamber sapo do Dr. Fabiano de Abreu Agrela 

5-MEO-DMT é uma substância ilegal. É encontrado naturalmente em algumas espécies de sapos como o sapo Bufo alvarius e pode ocorrer em certas plantas. Também é produzido sinteticamente.

Testes em camundongos revelaram uma melhor ação neuronal e controle de distúrbios mentais, mas não há uso seguro do 5-MEO-DMT . Nenhum dos facilitadores tem experiência clínica. Além disso, a segurança e a eficácia do 5-MEO-DMT em certas circunstâncias ainda precisam ser cuidadosamente determinadas em ensaios clínicos.

o 5-MEO-DMT atua no sistema serotoninérgico através da ativação de receptores de serotonina, sua baixa produção está relacionada à depressão.

Seu uso controlado através de experimentos comprovaram melhor capacidade, felicidade, atenção entre outros fatores benéficos.

Mas também pode levar à morte como no caso de quem lambe o sapo para sentir as sensações alucinogenas. Problemas como Síndrome da serotonina, ansiedade, paranóia, interrupções cognitivas, interrupção do sono e ataques de pânico são alguns dos sintomas contados por usuários.

Foto de capa: Divulgação

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,