1ª Câmara do TCE/BA condena ex-prefeito de Mairi a devolver R$ 290, 8 mil aos cofres públicos

Por Ascom/ TCE-BA

 

A Primeira Câmara do Tribunal de Contas do estado da Bahia (TCE/BA), em sessão ordinária desta terça-feira (16.02), condenou o ex-prefeito de Mairi, Raimundo de Almeida Carvalho, a pagar multa de R$ 5 mil e a devolver R$ 290.862,95 (quantia que será acrescida de juros de mora e correção monetária) aos cofres públicos, em razão das irregularidades encontradas na execução do convênio 232/2014, cuja prestação de contas foi desaprovada. O convênio, firmado pela Prefeitura de Mairi com a Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), teve como objeto a execução de serviços visando a requalificação do mercado municipal daquela cidade.

Na mesma sessão, realizada de modo virtual e com transmissão online, foi aprovada, com ressalvas e recomendações, a prestação de contas do convênio 232/2014 que teve como convenentes a Prefeitura Municipal de Rio de Contas e a Superintendência de Fomento ao Turismo do Estado da Bahia (Bahiatursa), unidade vinculada à Secretaria de Turismo do Estado da Bahia (Setur). O ajuste foi firmado com o objetivo de estabelecer uma cooperação técnica e financeira entre o estado e o município para viabilizar a realização do projeto ‘São João da Bahia e demais festas juninas 2016.

Além dos dois processos com julgamentos concluídos na sessão, os conselheiros da Primeira Câmara decidiram, de forma monocrática, sobre outros dez processos, sendo quatro de aposentadorias e seis de pedidos de pensão de servidores estaduais. Os resultados foram publicados no Diário Oficial do TCE/BA entre 10 e 16 de fevereiro.

Ainda cabem recursos das decisões.

Foto de Capa: Divulgação.

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,