2020 pode ter maior safra de café da história

Na comparação com a colheita de 2019, o aumento foi de 27% e de 2,3% sobre 2018

Por Janary Bastos Damacena/ Agência Brasil 61

 

Estimativa do quarto levantamento da safra de café 2020, divulgado nesta semana pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), aponta que o Brasil deve encerrar o ano com uma safra recorde de café. A expectativa é a produção de 63,08 milhões de sacas beneficiadas de café arábica e conilon. De acordo com a  Conab, essa pode ser a maior safra da história, com um aumento de 27,9% na comparação com a colheita de 2019; e de 2,3% sobre o recorde anterior, obtido em 2018 (61,7 milhões de sacas).

Segundo a Conab, além da bienalidade positiva do café arábica, o clima também contribuiu para o desenvolvimento das lavouras. A produção do grão superou a de 2018, chegando a 48,77 milhões de sacas. Em relação ao ano passado, o aumento é de 42,2%. Já o conilon, com produção estimada em 14,31 milhões de sacas, não teve o mesmo desempenho. O volume foi 4,7% menor que o obtido na safra anterior, o que pode ser atribuído às poucas chuvas nas regiões do Espírito Santo, principal produtor da variedade.

Foto de Capa: Livier Garcia/ Pexels.

Jornal do Sudoeste

Categorias ,