77 3441-7081 — [email protected]

Ação truculenta de seguranças marca a visita do governador a Vitória da Conquista

A visita do governador Rui Costa dos Santos (PT) para inaugurar a Unidade de Pronto Atendimento 24 Horas (UPA 24 Horas), anexo ao Hospital Geral de Vitória da Conquista, na manhã desta segunda-feira, motivou uma grande manifestação de protesto de professores da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) e outros segmentos organizados da sociedade conquistense, engrossados por militantes de legendas oposicionistas.

Vista como uma ação eleitoreira, considerando a precariedade das condições de trabalho dos servidores e profissionais que atendem no Hospital de Base e do atendimento oferecido aos pacientes, a inauguração da UPA 24 Horas serviria como estratégia de campanha para tentar mobilizar a base governista em torno da candidatura do Partido dos Trabalhadores à sucessão municipal, na avaliação de oposicionista, mas acabou sendo ofuscada pelas manifestações patrocinadas por segmentos organizados da sociedade e movimentos sociais, a maioria deles identificados e tida como aliados do Governo do Estado, incomodados com a austeridade na condução do erário por parte do governador Rui Costa.

O clima, que já era anunciado como pouco favorável, principalmente por conta da desmobilização da população que não atendeu às intervenções da Administração Municipal e do PT e seus aliados para participar do ato administrativo, ficou ainda mais tenso com o expressivo número de manifestantes contrários que se aglomeraram nas imediações do equipamento a ser inaugurado e com apitos e palavras de ordem demonstraram insatisfação com os Governos do Estado e Municipal.

E azedou de vez com a intervenção pouco inteligente e desproporcional dos agentes de segurança do Governo da Bahia que agrediram covardemente os manifestantes, homens e mulheres, sem distinção, que conseguiram furar o bloqueio e chegar ao local onde foi montado um palco e estavam lideranças políticas do grupo governista, servidores públicos municipais e convidados. Um dos manifestantes agredidos somente não sofreu maiores traumas graças à pronta intervenção do deputado federal Waldenor Alves Pereira Filho (PT/BA), professor licenciado e ex-reitor da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, que abandonou o palanque e se juntou aos manifestantes, impedindo que os agentes do Governo continuassem agredindo e arrastassem o Doutor em Educação Reginaldo de Souza Silva, professor do Departamento de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) – Campus de Vitória da Conquista, que já estava caído ao chão e não oferecia resistência, para fora do espaço onde estava sendo realizado o “ato público” presidido pelo governador Rui Costa.

O Professor Doutor Reginaldo de Souza Silva, que segundo informaram lideranças dos profissionais de Educação da Uesb que participavam do protesto é hipertenso e diabético, foi atendido por uma Unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 24 horas) e encaminhado para o Pronto Atendimento da Unimed, no Hospital São Vicente.

Segundo informações de lideranças da Associação dos Docentes da Uesb (Adusb), o Professor Reginaldo de Souza Silva foi medicado e liberado em seguida.

Redacão Jornal do Sudoeste

Redacão Jornal do Sudoeste

Desde seu lançamento, o JS vem revolucionando a imprensa regional. Foi e continua sendo pioneiro na adoção de cores em todas as suas páginas e no lançamento de suplementos especiais que extrapolam o simples apelo comercial, envolvendo a comunidade em reflexões sobre temas de interesse geral por ocasião do Natal e dos aniversários de emancipação de municípios da sua área de abrangência de circulação.
Categorias