Ações da Codevasf no Médio São Francisco baiano mobilizaram R$ 175 milhões em 2020

Por Assessoria de Comunicação e Promoção Institucional da Codevasf
A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) tem levado desenvolvimento ao Médio São Francisco baiano, área de atuação da 2ª Superintendência Regional, sediada em Bom Jesus da Lapa (BA). Em 2020, a empresa pública federal ampliou o alcance de suas ações – de 88, passou a atender 215 municípios na região.
No ano passado, as iniciativas relacionadas a inclusão produtiva, fomento à agricultura irrigada, infraestrutura, saneamento básico, revitalização do rio São Francisco, acesso a água, fornecimento de equipamentos, entre outras, contaram com investimentos federais de R$ 175 milhões.
O superintendente regional da Codevasf em Bom Jesus da Lapa, Harley Xavier, destaca o trabalho feito pelo governo federal na região. “Foi um ano bem diferente. Mesmo diante das dificuldades, nós, da Codevasf, nos mantivemos firmes e focados em nossos objetivos de melhorar os indicadores sociais, econômicos e ambientais, contribuindo para a redução das desigualdades”, afirma.
Entre as principais ações, está a implantação de poços — foram perfurados e instalados 80 poços tubulares em diversos municípios, inclusive os primeiros poços alimentados totalmente por energia solar, como o poço pioneiro na comunidade do Angical, no município de São Félix do Coribe. Ao todo foram investidos cerca de R$ 5,1 milhões em perfurações e instalações.
“Como aqui na nossa comunidade não tem energia elétrica, essa inovação com a energia solar, trazida pela Codevasf, vai ser muito importante para dar mais sustentabilidade”, comemorou, na época da instalação, Diogo Queiróz Santos, morador da comunidade do Angical.
Também foram construídos sistemas simplificados de abastecimento de água e recuperadas barragens e aguadas. Foram investidos R$ 2,6 milhões na escavação de aguadas, beneficiando os municípios de América Dourada, Barra do Mendes, Canarana, Cafarnaum, Central, Gentio do Ouro, Guanambi, Ibipeba, Ipupiara, Irecê, João Dourado, Jussara, Lapão, Presidente Dutra, Seabra, Sebastião Laranjeiras, Souto Soares, Uibaí e Urandi.
Irrigação
A Codevasf também investiu na estruturação dos projetos públicos de irrigação na sua área de atuação. As ações mudaram a realidade da agricultura irrigada para os produtores e representam investimento total de R$ 6,5 milhões.
Foi estruturado, por exemplo, com entrega de veículos e equipamentos, o trabalho do Distrito de Irrigação Barreiras e São Desidério, responsável pela administração do projeto público de irrigação São Desidério/Barreiras Sul, localizado nos municípios de Barreiras e São Desidério. O investimento de R$ 319,2 mil foi realizado para aquisição de trator agrícola, roçadeira articulada hidráulica, grade niveladora, caminhonete e motocicleta.
Os Distritos de Irrigação Formoso, Nupeba/Riacho Grande, Mirorós e Estreito, a Associação de Produtores de Barreira Norte, a Cooperativa do Perímetro de Ceraíma, a Associação dos Produtores do Perímetro Formosinho e a Associação em Coribe também foram beneficiadas com recursos para manutenção das atividades, por meio da aquisição de combustível, custeio de energia, vigilância e melhorias na infraestrutura de uso comum.
Pavimentações
A Codevasf realizou obras de pavimentação em paralelepípedo em diversos municípios do Médio São Francisco baiano, tanto na sede desses municípios quanto em distritos e povoados. Foram investidos cerca de R$ 15,2 milhões em obras de pavimentação em paralelepípedo. Estimam-se que cerca de 620 mil pessoas tenham sido beneficiadas.
Os municípios atendidos foram Boquira, Bonito, Brotas de Macaúbas, Caetité, Cafarnaum, Canarana, Central, Érico Cardoso, Feira da Mata, Guanambi, Ibipeba, Ibotirama, Irecê, Iuiu, Jussara, Lapão, Luís Eduardo Magalhães, Muquém do São Francisco, Novo Horizonte, Santana, Sebastião Laranjeiras, Serra do Ramalho e Xique-Xique.
“Antes, aqui, tinha muita poeira. Agora, não tem mais. Vai depender só de nós, moradores, para poder zelar”, afirmou, à época da realização da obra, Aurelino Lima, morador da comunidade de Boa Vista do Pixaim, em Muquém de São Francisco.
A Codevasf também investiu cerca de R$ 2,5 milhões em serviços de pavimentação asfáltica em diversos municípios, como Guanambi, Ibipeba, Irecê, Lapão e Oliveira dos Brejinhos. Além da melhoria da locomoção de modo geral, essas ações contribuem para facilitar o escoamento de produção, proporcionando que o alimento chegue até o consumidor.
A Companhia está realizando, ainda, os serviços de duplicação de trecho da BR-030 na entrada do município de Guanambi. O asfaltamento está na primeira etapa, que abrange um trecho de aproximadamente 850 metros. A atual etapa representa investimento de aproximadamente R$ 1,7 milhão. Há ainda previsão de outras etapas. A intenção é ligar Guanambi à futura Ferrovia de Integração Oeste-Leste, para suporte ao escoamento da produção do projeto público de irrigação  Ceraíma.
Revitalização
Investindo em iniciativas que visam à revitalização da bacia hidrográfica do rio São Francisco, a Codevasf atuou em identificação, recuperação e conservação de nascentes, bem como na recuperação de áreas degradadas de bacias da área de atuação. As ações estão contribuindo para a oferta de água em nascentes que abastecem o rio São Francisco.
Foram executadas, por exemplo, intervenções para a recuperação de áreas degradadas da microbacia do Riacho Sarapó, no município de Riachão das Neves. A ação representou investimento de R$ 1,1 milhão, e os serviços foram executados em área de drenagem a montante da barragem sobre o leito do riacho Sarapó, incluindo desassoreamento.
O mesmo tipo de ação foi realizado em outros lugares, como na microbacia do rio de Ondas, no município de Barreiras, no riacho das Aroeiras, e na sub-bacia hidrográfica do rio Preto, em Mansidão. Houve ainda implantação de projeto-piloto de saneamento básico rural por meio da instalação de fossas sépticas no município de Correntina, dentre outras ações.
A Codevasf também investiu R$ 14,1 milhões em obras de esgotamento sanitário. Foram destinados, por exemplo, R$ 4,3 milhões para complementação das obras de esgotamento sanitário na zona urbana do município de Jacaraci, e foram firmados contratos, da ordem de R$ 30 milhões, para complementação das obras de esgotamento sanitário nos municípios de Paramirim, Rio do Pires e Tanque Novo.
Em 2020, cerca de 1,9 milhão de alevinos produzidos pelo Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Xique-Xique foram utilizados em ações de repovoamento do rio São Francisco e de seus afluentes e para fomento à piscicultura.
Outras ações
A Companhia também trabalhou em 2020 na construção de praças e parques em municípios como Barro Alto, Correntina, Ibipeba e Lapão. Além do lazer e do estímulo à convivência, a construção de praças ajuda a gerar emprego e renda. Foram investidos R$ 376 mil nessas obras. A Codevasf está construindo um parque de exposições no município de Lapão, com investimento de mais de R$ 3 milhões; a parque de exposições Antônio Paulo fica no distrito de Aguada Nova.
A Companhia também estruturou associações comunitárias e prefeituras — foram 530 termos de doação, totalizando R$ 28 milhões. Entre as entregas estão 115 tratores com implementos, que representam investimento de R$ 11,7 milhões, 170 mil tubos de PVC e 32 mil caixas d’água de tamanhos diversos.
A Associação de Pequenos Produtores Rurais de Palmas e Passos, do município de Serra do Ramalho, por exemplo, foi beneficiada com quatro forrageiras, 25 kits de irrigação e duas plantadeiras de três linhas, que fortalecem as atividades agrícolas; o benefício alcança diretamentecerca de 150 pessoas, com aumento da produtividade tanto na agricultura quanto na piscicultura. O investimento foi de R$ 65,1 mil.
“A Codevasf já fez inúmeras ações em favor da nossa associação. Temos uma parceria forte com a instituição, que tem colocado toda a energia para fornecer os investimentos necessários para o desenvolvimento das atividades em nossa comunidade”, destacou, à época das entregas, Claudemir Brito, presidente da entidade.
Foto de Capa: Divulgação/ Codevasf.

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,