Aleluia! Aleluia!

Aleluia! Aleluia!
A vacina vai chegar,
Essa é a boa nova,
Vamos todos aguardar,
Esperamos não blefar!
Do jeito que o Brasil anda,
Onde tudo é propaganda,
Até mesmo São Tomé,
Desconfiado que é,
Fica achando que desanda!
.
A panela está fervendo
Com essa politicagem
Mais parece sacanagem
Tudo o que vivem fazendo
Somente o povo fodendo
Na mais pura enganação
Sacrificando a Nação,
Que há muito está sem rumo
Sem régua, compasso e prumo
Na atual situação.
.
Assim sendo a pandemia
Virou moeda de troca
De todos, como retórica,
Em plena demagogia,
Ferindo a democracia,
Maculando os seus valores.
Assim, os consumidores
Cai nas mãos de vigaristas
Na sanha capitalistas
Com ares de protetores.
.
Nas esferas do Poder
Já ninguém se entende mais:
Conchavos eventuais
Para quem mais prometer,
Ou vantagens receber
Sem medirem consequências,
Por meras conveniências
Secretas ou virtuais
Que chegando aos tribunais
Perdem-se em jurisprudências.
.
O que é certo ou errado,
O que é direito ou não,
Justiça de Salomão
Ou até se for pecado
Tudo será perdoado,
Como é feito sem receio:
“O fim justifica o meio”
Como diz Maquiavel
Que repito no cordel
Sem medo de fazer feio.
.
Mas voltando a falar
Da tão sonhada vacina,
Esperança peregrina,
Que já tarda de chegar
Para a gente se salvar;
Paciência tem limite,
Basta de tanto palpite,
Sem importar o lugar,
Se o negócio é comprar
A quem dever, se debite.
.
Se o Governo não quiser
Comprar, por simples capricho,
Para matar esse bicho
Vale apoiar a quem quer,
Pelo que der ou vier,
Para pôr fim na demanda
De que só pode quem manda.
Quando o povo está unido
Tudo será resolvido
Sem o “General da banda”.
.
É tudo que vou dizer
Neste instante de agonia
Com essa tal pandemia
Sem saber o que fazer
Pra poder sobreviver
Se não chegar a vacina
Será maior a chacina
Para toda a humanidade
Em frente à realidade
É o que se vaticina.
.
Assim, nessa ansiedade
Vou vivendo a cada dia,
A refém da pandemia
Que grassa sem piedade,
Sem solução, na verdade,
Desafiando a Ciência,
E a Deus, por sua clemência,
Renovando a confiança,
Em ambos, com esperança,
Dessa urgente providência.
.
Quem melhor souber dizer
Do que eu, neste momento,
Para evitar o tormento
Que nos faz estremecer
Que o faça por merecer
Aplausos de gratidão,
Ao cantar com emoção
A vacina anunciada
Por todos nós esperada
Para a nossa salvação!!
.
José Walter Pires
Dez/20

José Walter Pires

José Walter Pires

Categorias