Ambiente político e econômico instável dificulta atuação de prefeitos, diz Eures Ribeiro

“Está difícil até sonhar. E o que dirá governar os nossos municípios com tranquilidade. É um momento de crise política, econômica e que a sociedade brasileira está desacreditada. Um momento muito ruim para nós, prefeitos, e não podemos esconder a nossa insatisfação. É difícil governar sem saber se vamos acordar amanhã com o mesmo presidente da República, se a nossa arrecadação vai cair corretamente, se o nosso Fundo de Participação dos Municípios (FPM) vai diminuir ou se a repatriação vai entrar”. Foi fazendo um panorama do desafio atual de gerir municípios que o presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB) e prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro Pereira (PSD), construiu seu discurso durante o 4º Congresso Pernambucano de Municípios.

O Congresso, realizado entre os dias 25 e 27 de julho, no Centro de Convenções, em Olinda, foi promovido pela Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), com o tema “A Cidade que precisamos”.  A programação envolveu diversas atividades, presença de autoridades em temas especializados e painéis com assuntos e experiências pertinentes aos atuais desafios e demandas dos municípios brasileiros. Eures Ribeiro foi o único presidente de Associação que discursou e, assim, representou todas as instituições de Estados do Nordeste.

Estiveram presentes na abertura do Congresso o Ministro das Cidades, Bruno Araújo; o governador de Pernambuco, Paulo Câmara; o deputado federal João Campos; o presidente da Amupe e prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, representantes de outras Associações Estaduais do Nordeste, do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Pernambuco (CAU), da Confederação Nacional de Municípios (CNM), além de deputados estaduais e outros federais.

Eures esteve acompanhado da equipe técnica da União dos Municípios da Bahia. Este ano, em paralelo ao Congresso, a Amupe em conjunto com o CAU realizou o Fórum Mais Cidades Sustentáveis.

Redacão Jornal do Sudoeste

Redacão Jornal do Sudoeste

Desde seu lançamento, o JS vem revolucionando a imprensa regional. Foi e continua sendo pioneiro na adoção de cores em todas as suas páginas e no lançamento de suplementos especiais que extrapolam o simples apelo comercial, envolvendo a comunidade em reflexões sobre temas de interesse geral por ocasião do Natal e dos aniversários de emancipação de municípios da sua área de abrangência de circulação.
Categorias