Anagé é escolhida Polo Regional do Projeto de Cuidado Farmacêutico

Por Saádia Prates – Ascom/PMA

Na manhã desta sexta-feira (06), foi assinado pelo secretário municipal de Saúde de Anagé, Paulo Marinho, o termo de implantação do Projeto Cuidado Farmacêutico na Atenção Primária. Essa é uma parceria do município com o Hospital Alemão Oswaldo Cruz, o Departamento de Atenção Básica do Ministério da Saúde e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde.

Equipe do Hospital Oswaldo Cruz e participantes dos municípios de Anagé, Brumado, Caculé, Itapetinga, Poções e Tanhaçu. Foto: Ascom/PMA.

Além da equipe de farmacêuticos de Anagé, também participaram da primeira oficina do Projeto os profissionais das cidades de Brumado, Caculé, Itapetinga, Poções e Tanhaçu, que farão parte do Polo Regional. “Para nós é motivo de bastante orgulho termos nos tornado referência e sediar o desenvolvimento desse Projeto, a gente fica bastante lisonjeado com esses resultados. Pelo êxito e pelo benefício que chegará aos munícipes”, afirmou a prefeita Elen Zite Pereira, sobre a escolha de Anagé como sede na região.

De acordo com Samara Kielmann, Coordenadora de Projetos do Hospital Oswaldo Cruz, um dos motivos para a escolha de Anagé como sede regional foi o comprometimento dos profissionais, do secretário e da prefeita. “Vontade política. Ter o apoio do gestor, como observamos aqui, o apoio da prefeita e do secretário. Isso é muito importante, porque o profissional precisa ter tempo para se dedicar e desenvolver o serviço”.

A Prefeita Elen Zite com o Consultor Técnico, Orlando Soeiro. Foto: Ascom/PMA.

Ao ser indagado sobre a escolha do Polo, o Consultor Técnico, Orlando Soeiro, disse: “perguntamos aos municípios se eles tinham interesse em ser Polo e nós recebemos de uma forma importante a anuência, tanto do secretário quanto da prefeita, para que Anagé fosse polo desse processo de trabalho”, afirmou.

São aproximadamente 300 municípios em todo o país participando da fase de implantação do Cuidado Farmacêutico, essa etapa tem duração de dez meses. Para Orlando Soeiro, “a intenção é que o Projeto seja um subsídio para uma política instituída no município, por isso a presença do secretário e da prefeita”.

O principal objetivo dessa ação é buscar criar atividades e serviços que possam orientar os pacientes para o uso correto dos medicamentos. De acordo Halanna Rocha, Coordenadora de Assistência Farmacêutica, “com o cuidado farmacêutico efetivo, o município só tem a ganhar. Além de cuidar das pessoas, a médio e longo prazo, Anagé possa ver os resultados, não só com a população, também em questões financeiras”. A Coordenadora de Assistência Farmacêutica de Itapetinga, Fabiely Nunes, salientou que “o apoio da gestão para promover o uso racional de medicamentos é fundamental, sem isso a gente não consegue avançar nesse projeto”.

A cidade já conta com o funcionamento da unidade Farmácia da Família, que fornece atendimento farmacêutico de qualidade a população. Com esse projeto, focará em aperfeiçoar a assistência básica em Anagé. “Pelo que podemos perceber, já iniciamos o trabalho até mesmo antes do projeto. Agora vamos dar continuidade, para melhorar a qualidade de vida do usuário”, afirmou Paulo Marinho, Secretário de Saúde.

Paulo Marinho, secretário de Saúde; Samara Keilmann, Coordenadora de Projetos do Hospital Oswaldo Cruz; Elen Zite Pereira, prefeita de Anagé e Gerald Saraiva, ex-secretário e atual Assessor de Saúde de Anagé. Foto: Ascom/PMA.

Para Gerald Saraiva, ex-secretário e atual assessor de Saúde, “o objetivo é entregar a medicação para a população e cuidar da sua saúde. Vai instruí-la, vai auxiliá-la e permitir que ela possa tirar todas as suas dúvidas, que eventualmente ela não consiga tirar no consultório”.

Antônio Luiz da Silva

Categorias , ,