77 3441-7081 — [email protected]

Ao Professor

Se eu plantasse flores
Para lhe ofertar
Seriam lírios
E rosas luminosas
Que nascem da gratidão.

Eu nada tenho. Nada sou.

Sei que passo
Como tudo mais
Mas agradeço
Pelo que me ensinou
Nos dias longínquos,
Há tanto tempo atrás!…

Nunca agradeci.
Fui indelicada e omissa.
Hoje, através de uma jovem,
Confesso: sou-lhes grata,
Sempre fui.

Tânia Martins

Tânia Martins

Categorias