Apreciação e estima

Por: Valdez Monterazo

“Não se abale com o brilho dos vagalumes dourados, nem com barulho dos elefantes raivosos” – HPB

Fazer elogios é um tema controverso, muitos sabem que ele é importante para as pessoas, mas não praticam. Outros nem ao mesmo conhecem o valor que ele tem.

Já ouviu a expressão. “Não elogia, se não estraga?” Frases como essa revelam uma crença popular, a de que não se deve apreciar as boas atitudes e performance dos que estão conosco. Elas não poderiam estar mais erradas.

Acontece que ao evidenciar e apreciar um bom desempenho, a tendência é que esse comportamento seja intensificado, ou seja, ele é repetido de maneira ainda mais intensa.

Percebeu? Apreciar as boas atitudes tem um efeito importante na performance das pessoas ao seu redor. De maneira oposta, não validar o time é uma das causas do desengajamento.

Dale Carnegie, um escritor best-seller sobre comportamento humano e considerado um guru sobre relacionamentos, comentou sobre isso em seu livro “Como fazer amigos e influenciar pessoas”.  Ele comenta que apreciar alguém, verdadeiramente, é um acontecimento impactante. Em geral, a crítica é bastante presente na vida de todos.

Pessoas são criticadas pela família, no trabalho, no trânsito. Quando são elogiadas, Dale Carnegie comenta que e como se o sol se abrisse em seu dia.

Outro autor, de grande renome científico, Abraham Maslow, comenta sobre isso em sua teoria das necessidades humanas.

Dentre vários aspectos que influenciam na motivação do ser humano, como sobrevivência, segurança, pertencimento, um dos fatores diretamente ligados à apreciação humana é a necessidade de auto estima.

Líderes podem ajudar no desenvolvimento da estima dos colaboradores ao evidenciarem suas qualidades, dessa forma, aumentando o engajamento de forma geral.

Dito isso, existe uma forma excelente de se elogiar alguém. Caso feito da maneira errada, um elogio pode ser considerado bajulação. Nesse sentido, como fazer elogios?

Para você que tem dificuldades em elogiar, ou que, talvez, possa fazê-lo de maneira melhor, separei 3 princípios que podem te ajudar.

1. Elogie uma qualidade ou valor da pessoa

Fale de qualidades referentes ao caráter das pessoas, por exemplo, seu senso de justiça, perseverança, otimismo, lealdade etc.

2. Evidencie uma situação

Após falar de uma qualidade específica, comente a situação em que observou a qualidade em ação. Isso ajuda o outro a perceber essa característica em si.

3. Seja específico!

Seja pontual e específico! Deixe claro qual o ponto ou comportamento foi excelente.

E você? Quando foi a última vez que apreciou a boa performance de um colaborador ou de alguém próximo à você?

Saiba que ao fazer isso você, além de estimular o engajamento deles em relação ao trabalho, será capaz de cultivar relacionamentos mais positivos e duradouros.

Por fim, se você leu até aqui, meus parabéns!

Sinta-se uma pessoa extremamente comprometida com o próprio sucesso, pois poucos se comprometem verdadeiramente em buscar informações e experiências que as ajudem a crescer.

 

Foto de Capa: Reprodução Você SA

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,