77 3441-7081 — [email protected]

As parvoíces de Bolsonaro nos rituais

Bolsonaro parece realmente ter um parafuso a menos em sua cabeça, ao fazer coisas que insofismavelmente em longo prazo prejudicarão aos interesses brasileiros. A cabeça dos ruralistas não deve está tão fria nesse momento em que se observam retaliações à vista às exportações para países árabes.

Depois das parvoíces nos EUA, praticamente bajulando um homem que não está nem aí e nem chegando para os interesses econômicos do Brasil, ele agora inovou e nem mesmo seu ídolo de cabelos de fogo ele procurou imitar ao visitar o Muro das Lamentações. Nem Trump fez essa visita com o Primeiro Ministro Benjamin Netanyahu, num claro afronto aos países árabes.

E parece que além dele fazer suas piadas, dizendo que é um direito dos países árabes protestarem contra suas atitudes, esquecendo-se da quantidade de exportações feitas para o Oriente Médio, o seu vice parece que contagiado por esse veneno do exclusivismo, também resolveu fazer piada ao dizer que daqui a pouco o embaixador da Autoridade Palestina volta.

Sem dúvidas eles devem achar que um escritório em Jerusalém para fazer negócios deve ser mais vantajoso do que as exportações aos países árabes, pois Jerusalém pode comer franco até demais pelo visto. E visitar o Muro das Lamentações com o Primeiro Ministro de Israel deve simbolicamente ser falta de respeito.

Fico a imaginar agora os ruralistas brasileiros comprando rios de Losartana Potássica, porque retaliações econômicas que pode acontecer vai ser um desastre para eles, que enquanto a gente dizia que Bolsonaro não tinha capacidade de ser presidente, eles financiavam especialistas em redes sociais para eleger o homem. A história é a prova dos nove!

Genaldo de Melo

Genaldo de Melo

Genaldo de Melo, 43 anos, sergipano radicado em Feira de Santana - Bahia. Gestor social e articulista. Desenvolve consultoria em elaboração de projetos sociais
Categorias