77 3441-7081 — [email protected]

Paulo César Régis de Souza

Paulo César Régis de Souza

Vice-presidente Executivo da Associação Nacional dos Servidores Públicos, da Previdência e da Seguridade Social - Anasps.

Gestão na Previdência

Por Paulo César Régis de Souza / 4 de dezembro de 2018 / Nenhum comentário

Pergunto-me a razão pela qual o presidente Temer deixou que acontecesse o que aconteceu à Previdência Social pública? Por que dividiu, no seu curto governo, a Previdência em duas bandas, deixando uma (a da arrecadação) no Ministério da Fazenda e mandando a outra (pagamento com o INSS) para o Ministério (mais…)

Leia Mais

Gestão na Previdência

Por Paulo César Régis de Souza / 29 de novembro de 2018 / Nenhum comentário

Pergunto-me a razão pela qual o presidente Temer deixou que acontecesse o que aconteceu à Previdência Social pública? Por que dividiu, no seu curto governo, a Previdência em duas bandas, deixando uma (a da arrecadação) no Ministério da Fazenda e mandando a outra (pagamento com o INSS) para o Ministério (mais…)

Leia Mais

Previdência e eleições

Por Paulo César Régis de Souza / 3 de outubro de 2018 / Nenhum comentário

Somos mais de 208 milhões de habitantes no Brasil à espera de um milagre. À espera de que cumpram  as promessas dos candidatos à Presidente da República: de melhorar a educação, com escolas decentes; melhorar a segurança com policiais bem treinados, bem pagos e honestos; melhorar a  saúde, para que (mais…)

Leia Mais

Qual a Previdência que nós queremos?

Por Paulo César Régis de Souza / 15 de agosto de 2018 / Nenhum comentário

Vamos na esteira das aspirações nacionais. Já escrevi um artigo apelando para que os anos de 2016 e 2017 sejam riscados na história da Previdência no Brasil, iniciada no ano de 1795, com a criação do Montepio da Marinha. Queremos uma Previdência, com o INSS/RGPS, os fundos de pensão, os (mais…)

Leia Mais

INSS Digital: por uma mudança planejada

Por Paulo César Régis de Souza / 2 de agosto de 2018 / Nenhum comentário

A crise do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foi acirrada, no início do governo Temer, a partir da fragmentação do Sistema de Previdência Social Brasileira, com a extinção do Ministério da Previdência Social e a transferência das políticas e diretrizes de Previdência e da execução das atividades de Previdência (mais…)

Leia Mais

O subsídio à agricultura não pode acabar com a Previdência Social no Brasil

Por Paulo César Régis de Souza / 14 de julho de 2018 / Nenhum comentário

Temos 10 milhões de trabalhadores rurais aposentados e pensionistas do RGPS que nunca contribuíram e que são responsáveis pelo terrível e monstruoso déficit da Previdência Social. Outros 6,5 milhões estão fila. O Executivo se cala, o Legislativo se cala, o Judiciário se cala. A Anasps não se cala. Somos uma (mais…)

Leia Mais

Servidor público da Previdência Social

Por Paulo César Régis de Souza / 20 de junho de 2018 / Nenhum comentário

Os servidores da Previdência Social, em especial aqueles que trabalham no INSS, estão totalmente sem norte, em virtude das mudanças políticas promovidas nos dirigentes do Instituto. Sem Ministério da Previdência, com mais de 1.600 unidades de atendimento espalhadas pelo país, inúmeras delas sem manutenção e em precárias condições de trabalho, (mais…)

Leia Mais

A ação do mercado contra a Previdência Social

Por Paulo César Régis de Souza / 19 de janeiro de 2018 / Nenhum comentário

No Brasil, desde os tempos imemoriais, usa-se muito a figura do Mercado contra a Previdência. A Previdência não nasceu dentro do governo, mas do Estado. Inicialmente, com Eloy Chaves, foi o mercado que, acompanhando as tendências do mercado mundial, da Europa especialmente da Alemanha, que em nome da proteção social, (mais…)

Leia Mais

Os 95 anos da Previdência Social brasileira

Por Paulo César Régis de Souza / 17 de janeiro de 2018 / Nenhum comentário

A inflação está sob controle, as famílias estão conseguindo comer com o pouco que ganham, o nível médio de remuneração do trabalhador privado e do servidor público está em queda, os preços administrados sobem quando querem (energia, gasolina, álcool e gás), o dólar está estável, o PIB não ata nem (mais…)

Leia Mais

A reforma da Previdência poderia ser adiada

Por Paulo César Régis de Souza / 13 de janeiro de 2018 / Nenhum comentário

O Brasil já pagou um preço muito caro pela malfadada, mal elaborada e mal explicada reforma da Previdência. Pagou caro nas duas votações contra o presidente da República.  Pagou caro com a ampliação vexatória do déficit da previdência rural, em 2017, superior a R$ 150 bilhões. Pagou caro, com a (mais…)

Leia Mais