Paulo César Régis de Souza

Paulo César Régis de Souza

Vice-presidente Executivo da Associação Nacional dos Servidores Públicos, da Previdência e da Seguridade Social - Anasps.

Servidor público da Previdência Social

Por Paulo César Régis de Souza / 20 de junho de 2018 / Nenhum comentário

Os servidores da Previdência Social, em especial aqueles que trabalham no INSS, estão totalmente sem norte, em virtude das mudanças políticas promovidas nos dirigentes do Instituto. Sem Ministério da Previdência, com mais de 1.600 unidades de atendimento espalhadas pelo país, inúmeras delas sem manutenção e em precárias condições de trabalho, (mais…)

Leia Mais

A ação do mercado contra a Previdência Social

Por Paulo César Régis de Souza / 19 de janeiro de 2018 / Nenhum comentário

No Brasil, desde os tempos imemoriais, usa-se muito a figura do Mercado contra a Previdência. A Previdência não nasceu dentro do governo, mas do Estado. Inicialmente, com Eloy Chaves, foi o mercado que, acompanhando as tendências do mercado mundial, da Europa especialmente da Alemanha, que em nome da proteção social, (mais…)

Leia Mais

Os 95 anos da Previdência Social brasileira

Por Paulo César Régis de Souza / 17 de janeiro de 2018 / Nenhum comentário

A inflação está sob controle, as famílias estão conseguindo comer com o pouco que ganham, o nível médio de remuneração do trabalhador privado e do servidor público está em queda, os preços administrados sobem quando querem (energia, gasolina, álcool e gás), o dólar está estável, o PIB não ata nem (mais…)

Leia Mais

A reforma da Previdência poderia ser adiada

Por Paulo César Régis de Souza / 13 de janeiro de 2018 / Nenhum comentário

O Brasil já pagou um preço muito caro pela malfadada, mal elaborada e mal explicada reforma da Previdência. Pagou caro nas duas votações contra o presidente da República.  Pagou caro com a ampliação vexatória do déficit da previdência rural, em 2017, superior a R$ 150 bilhões. Pagou caro, com a (mais…)

Leia Mais

Voto de bobo, ouro de tolo

Por Paulo César Régis de Souza / 5 de dezembro de 2017 / Nenhum comentário

Os alquimistas da Idade Média prometiam transformar chumbo em ouro. Os alquimistas de hoje prometem transformar bitcoin, sem lastro monetário, em moeda virtual ou bolha. Nosso ilustre presidente Michel Temer faz o mesmo com nossos parlamentares. Juntamente com nosso competente ministro da Fazenda, promete melhorar a economia do país, acabar (mais…)

Leia Mais

No país do consignado

Por Paulo César Régis de Souza / 26 de outubro de 2017 / Nenhum comentário

O Brasil tem 31 milhões de brasileiros recebendo benefícios do INSS. – 4,1 milhões recebem benefícios assistenciais, o Benefício de Prestação Continuada (BPC) e a Renda Mensal Vitalícia, na base de um salário mínimo; – 9,9 milhões são beneficiários do Regime Geral de Previdência Social, rurais que também recebem um (mais…)

Leia Mais

O INSS on line para um país de descamisados

Por Paulo César Régis de Souza / 5 de setembro de 2017 / Nenhum comentário

Em 2001, o então Secretário Executivo do Ministério da Previdência anunciou aos quatro ventos: “Vem aí a aposentadoria on line” a partir de 2001.  Escrevi um artigo “Aposentadoria via internet e a via da sonegação”, colocando o pé atrás. Era ousadia demais. A proposta não vingou. O senhor dos Exércitos (mais…)

Leia Mais

O INSS on line para um país de descamisados

Por Paulo César Régis de Souza / 25 de agosto de 2017 / Nenhum comentário

Em 2001, o então Secretário Executivo do Ministério da Previdência anunciou aos quatro ventos: “Vem aí a aposentadoria on line” a partir de 2001.  Escrevi um artigo “Aposentadoria via internet e a via da sonegação”, colocando o pé atrás. Era ousadia demais. A proposta não vingou. O senhor dos Exércitos (mais…)

Leia Mais

As formigas, os cupins e as traças que ameaçam o ajuste fiscal

Por Paulo César Régis de Souza / 4 de agosto de 2017 / Nenhum comentário

Em dezenas de oportunidades, o presidente Temer repetiu incansavelmente que não haveria aumento de impostos no seu legítimo e tampão governo. Em dezenas de oportunidades, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, cansou de repetir que haveria aumento de impostos, caso não houvesse substancial aumento da arrecadação para assegurar o equilíbrio (mais…)

Leia Mais

Os tropeços de uma desoneração mal feita

Por Paulo César Régis de Souza / 27 de julho de 2017 / Nenhum comentário

Há uma natural suspeição sobre os fatores que levaram os ex-ministros da Fazenda Guido Mantega e Nelson Barbosa, em 2011/2012, a defenderem com unhas e dentes, corações e mentes, a desoneração da contribuição da previdência, passando inopinadamente, da contribuição sobre a folha, de 22%, há 97 anos em vigência na (mais…)

Leia Mais