Skip to content
77 3441-7081 — [email protected]

Baiana mantem tradição servindo acarajé para funcionários e custodiados na Delegacia Territorial de Brumado

Cumprindo um ritual que se repete há 26 anos, sempre na última quarta-feira do ano, Dona Dete, a baiana do acarajé que é um dos símbolos da cultura ed uma das referências de Brumado, esteve no último dia 27 na sede da 20ª Coordenadoria de Polícia Civil do Interior/Delegacia Territorial de Brumado levando mais que alimentos – no caso o famoso acarajé – mas solidariedade e uma palavra de paz e esperança para os servidores lotados na Unidade e os presos custodiados na carceragem.

Como faz ao longo dos últimos vinte e seis anos, Dona Dete, acompanhada da auxiliar Betânia, serviu os quitutes aos servidores da Unidade Policial e logo em seguida foi pessoalmente à carceragem onde foi recebida com alegria e emoção pelos custodiados.

Chamada de “Tia” e abençoando os detentos, Dona Dete serviu pessoalmente os acarajés, cuscuz branco e tapioca com cobertura de coco e leite condensado e deixou uma mensagem de fé e esperança, rogando a cada um dos custodiados que refletissem e buscassem reconstruir suas vidas, iniciando uma nova trajetória ao lado de seus familiares, reintegrando-se à sociedade.

Aplaudida pelos detentos e reverenciada pelos servidores da Unidade, Dona Dete minimizou o ato de solidariedade afirmando que apenas reflete o que aprendeu e acredita. “Devemos sempre fazer o bem, mesmo aqueles que nos fazem mal”, apontou Dona Dete, lembrando que é tarefa de quem acredita em Deus auxiliar os que são fracos de espírito. 

Serena e carismática, Dona Dete foi incisiva ao afirmar que não é dona da verdade, mas que tem consciência de que pode passar uma mensagem de conforto que possivelmente poderá tocar o coração de quem está privado da liberdade em razão de uma conduta equivocada e que tenha causado danos a outras pessoas. ‘Quem sabe eu possa ter tocado o coração de pelo menos um deles”, enfatiza Dona Dete, acrescentando que entende ser sua missão semear o bem. “(Através da ação) venho lançando uma semente do bem, quem sabe um dia essa semente possa dar bons frutos. O futuro a Deus pertence”, diz.

Ao final, Dona Dete aproveitou para deixar uma mensagem de paz e esperança para a população brumadense: “Vamos ter fé e confiança. Vamos trabalhar, nos esforçar cada dia mais em busca de atingirmos nossas metas. Vamos nos unir, valorizar as famílias, os amigos. Vamos dar as mãos e numa corrente de esperança acreditar que mesmo diante das adversidades da vida podemos comemorar alguns momentos de vitórias. Que Deus e o nosso Bom Jesus nos abençoes nesse novo ano que está nascendo. Um abençoado 2018 a todos”, concluiu. 

 

REPORTAGEM – LAY AMORIM

Redacão Jornal do Sudoeste

Redacão Jornal do Sudoeste

Desde seu lançamento, o JS vem revolucionando a imprensa regional. Foi e continua sendo pioneiro na adoção de cores em todas as suas páginas e no lançamento de suplementos especiais que extrapolam o simples apelo comercial, envolvendo a comunidade em reflexões sobre temas de interesse geral por ocasião do Natal e dos aniversários de emancipação de municípios da sua área de abrangência de circulação.
Categorias
Scroll To Top