Balanço: Waldenor Pereira avalia que mandato sai fortalecido de 2020

Por Joana D’arck Cunha Santos/ Comunicação WZ

 

São 19 prefeitos e prefeitas e mais de uma centena de vereadores entre aliados da sua base eleitoral nas regiões Sudoeste, Serra Geral, Chapada Diamantina, Médio São Francisco e Bacia do Paramirim. É com esse capital político robustecido nos últimos pleitos municipais que o deputado federal Waldenor Pereira (PT) avalia o saldo político positivo de sua atuação em 2020, em que pese todos os desafios impostos pela pandemia do Covid-19. “Apesar de um ano atípico que enfrentamos, saímos bem fortalecidos com as vitórias de tantos aliados”.

As medidas de distanciamento social não paralisaram as ações dos mandatos de Waldenor Pereira e do deputado estadual Zé Raimundo (PT), que juntos buscaram superar logo no início os obstáculos com o uso das ferramentas tecnológicas de internet. Realizaram 27 seminários temáticos virtuais com lideranças nacionais e locais de expressão, como a ex-presidente Dilma Roussef, o ex-candidato a presidente Fernando Haddad e o senador Jaques Wagner. Essas iniciativas mobilizaram as lideranças e militantes dos municípios onde atuam.

Em contato permanente com os aliados em oficinas e reuniões políticas, lançamentos de PGP-Programa de Governo Participativo e, por fim, as convenções partidárias para homologação das chapas para a disputa eleitoral, Waldenor Pereira se valeu da proteção exigida pelos protocolos sanitários e foi para a luta política presencial visitando 29 dos municípios de suas regiões. “Fizemos um grande esforço, mas não podíamos deixar de reforçar o apoio aos nossos companheiros nas disputas eleitorais de suas bases”.

Ações e emendas

Para ajudar a região no enfrentamento da crise sanitária do Covid-19, os mandatos de Waldenor Pereira e Zé Raimundo destinaram R$ 16 milhões e 400 mil à saúde. Também apoiaram outras áreas com emendas parlamentares e gestões junto ao Governo Rui Costa. Na agricultura familiar, entregaram retroescavadeiras, tratores com implementos agrícolas e barracas de comercialização de alimentos. E ainda fizeram ações na área de recursos hídricos, com destinação de recursos para aquisição de tubos para extensões de redes de água, caixas reservatórias, cisternas de consumo e de produção e limpeza e abertura de aguadas, além de implantação de sistemas simplificados de água.

Outras áreas beneficiadas em diversos municípios foram as de infraestrutura urbana, com pavimentação de ruas, praças e avenidas; de esporte, com a construção de quadras poliesportivas e entrega de material esportivo para torneios; de cultura, com destinação de recursos para realização de feiras literárias; de educação superior, com recursos destinados às universidades estadual (UESB) e federal (UFBA), entre outras.

Atuação parlamentar

A aprovação de Fundeb foi a grande vitória da Oposição ao Governo Bolsonaro para garantir o fundo como permanente e ampliado para a manutenção da educação básica pública no país. Nessa luta, o deputado Waldenor Pereira teve papel reconhecido como articulador e mobilizador das forças do setor. Foi uma de suas vitórias como coordenador do Núcleo de Educação do PT no Congresso Nacional, que orienta a votação dos deputados e senadores petistas a partir da discussão com lideranças sindicais, estudantis e políticas da área.

Como autor e coautor de projetos de lei, Waldenor Pereira também cita a aprovação da Lei Aldir Blanc, de apoio financeiro ao setor artístico e cultural na pandemia e o auxílio emergencial para a agricultura familiar. Junto com a bancada petista, registra a relação de mais de 200 proposições em defesa da educação, saúde, direitos humanos e agricultura familiar no enfrentamento da crise econômica e sanitária.

Não bastassem as crises da economia, que antes mesmo da pandemia caía vertiginosamente, e deve rebaixar o PIB (Produto Interno Bruto) para menos de 6%, a ambiental, com devastação ampliada nos principais biomas nacionais (floresta amazônica, Pantanal e Mata Atlântica); da pandemia do Covid-19 (agora com quase 200 mil mortos), Waldenor Pereira lamenta que tantos desafios para os brasileiros ainda tenham sido ampliados por uma crise política, patrocinada pelo “(des) governo Bolsonaro”. “Vivemos tempos duros e desafiadores, mas nos mantemos na resistência, persistindo na busca de medidas que possam minorar o sofrimento da população”, avalia.

 

Foto de Capa:  Divulgação/Comunicação WZ.

Jornal do Sudoeste

Categorias ,