Biografia de Olegário Pereira dos Santos

OLEGÁRIO PEREIRA DOS SANTOS

*DD/MM/1895†31/12/1951

ISABEL DOS SANTOS COQUEIRO (esposa)

*04/07/1898†10/07/ano (?)

Olegário Pereira dos Santos nasceu na fazenda Juliana em Malhada de Pedras, então município de Brumado, em dd/mm/1895 com 56 anos de idade. Filho de Rodrigo dos Santos Dias e Leosina Rosa de Jesus, pecuaristas e moradores na zona rural em Malhada de Pedras, distrito de Brumado. Este casal teve os filhos: Olegário Pereira dos Santos (biografado), Olavo e João, Amélia e Rosa Pereira dos Santos.

Avós paternos e maternos do biografado: João de Deus Coqueiro Dias e Antonia Maria de Jesus e Pedro Santos Coqueiro e Maria Amélia Santos Coqueiro.

Viveu a infância  na fazenda, praticando as brincadeiras pertinentes a idade e ajudando o pai no manejo do gado e na lavoura. Homem de poucas letras o que aprendeu foi adquirido com professores leigos da roça.

 Casou-se no dia 29 de agosto de 1917, aos 22 anos de idade, na igreja Matriz de Brumado com Isabel dos Santos Coqueiro, de 20 anos de idade, filha de Major Pedro Santos Coqueiro e de Amélia Santos Coqueiro. Foram testemunhas Marcolino Risério de Moura e Casimiro Pinheiro de Azevedo. Celebrante Padre José Dias Ribeiro da Silva.

   Dessa união resultaram os filhos: Pedro Coqueiro Neto, Jeferson Pereira dos Santos, Gerson Pereira dos Santos, Adélio Pereira dos Santos, Isabel Pereira dos Santos, Adélia Pereira dos Santos, Rodrigo Pereira dos Santos, Iomário Pereira dos Santos, Orádia Pereira dos Santos, Florita e Floraci Pereira dos Santos (gêmeas), Manoel Pereira dos Santos, Salvador Pereira dos Santos e Osvaldino Pereira dos Santos.

Comprou a fazenda Gameleira situada em Malhada de Pedras do seu sogro Pedro dos Santos Coqueiro; depois adquiriu as fazendas: Curralinho e Duas Barras, localizadas em Malhada de Pedras, pertencentes a Dr. Mário Meira (médico) e a Fazenda Canhota, locais onde tinha criação de gado e plantava lavoura. A sua vida girava em torno de suas propriedades e das suas criações.

   Católico não praticante, honesto e decidido, cumpria rigorosamente os seus compromissos. Destemido não tinha medo de nada. Viveu em harmonia com a esposa e os filhos. O seu maior sonho era amparar a família e não deixar faltar o indispensável, dando assistência aos seus.

Faleceu com 56 anos no dia 31/12/1951 e está enterrado em Malhada de Pedras. O médico Dr. Mário Meira, seu amigo, foi quem o assistiu.

Isabel dos Santos Coqueiro faleceu em 10 de julho de ano (?) em Brumado na residência do filho Manoel Pereira dos Santos.

Fonte de informação:

Manoel Pereira dos Santos (filho de Olegário/Isabel).

Antônio Novais Torres

Antônio Novais Torres é comerciante aposentado, membro fundador da Academia de Letras e Artes de Brumado, membro do Conselho da Cidadania de Brumado, ex-membro do PMDB e PTB e membro do Conselho Editorial do Jornal do Sudoeste.
Categorias

Deixe seu comentário