Brasil recebe os nove países da Comunidade de Países da Língua Portuguesa para debater alimentação escolar

O presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (Fnde), Silvio Pinheiro, participou na quarta-feira, 14, da abertura do Seminário Internacional Sustentabilidade dos Programas de Alimentação Escolar dos países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), que acontece em Salvador, Bahia, no complexo do Subúrbio 360 e vai até a próxima sexta-feira, 16. O evento reúne delegações dos nove países que compõem a CPLP: Angola, Cabo Verde, Guine-Bissau, Guine-Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Brasil.

                 

O objetivo do encontro é contribuir com o aprimoramento e/ou criação de programas de alimentação escolar dos países membros, focando em seus principais avanços e desafios, para alcançar a sustentabilidade desta política pública por meio das compras institucionais. Além de mapear a situação atual dos Programa da Alimentação Escolar, os grupos de trabalho também irão elaborar recomendações a serem entregues aos ministros da Educação destes países no encerramento do evento, sexta-feira.

 

Durante a solenidade de abertura, Silvio Pinheiro ressaltou a importância do fortalecimento da agricultura familiar para a melhoria da qualidade da alimentação escolar. “O Programa Nacional de Alimentação Escolar brasileiro, o Pnae, prevê que no mínimo 30% dos recursos repassados pela União sejam aplicados na compra de gêneros alimentícios vindos da agricultura familiar. Com isso, além de servirmos um alimento mais nutritivo, fresco e saboroso aos nossos estudantes, nós fomentamos o crescimento deste segmento, que é extremamente importante na construção de hábitos alimentares mais saudáveis”, disse. Pinheiro lembrou ainda que o Pnae completa 63 anos no próximo dia 31 e que, na ocasião, será lançado um programa especial na TV Escola sobre as merendeiras do Brasil. Ele acrescentou ainda que a valorização do papel da merendeira é essencial para o sucesso da política pública de alimentação escolar, pois “é ela quem traduz as regras e normas estabelecidas em seminários como este, em uma refeição saborosa, sendo, portanto, uma das principais responsáveis pela qualidade final da política pública”, concluiu.

 

Também presente no evento, o secretário municipal de Educação de Salvador, Bruno Barral,  disse que a cidade de Salvador tem avançado bastante no investimento em Educação e, em especial, no fortalecimento das equipes nutricionais da Secretaria. “Nós entendemos que investir em alimentação escolar e debater este tema é essencial, portanto, tenho certeza que este evento será um enorme sucesso e, para nós, da prefeitura de Salvador, é uma alegria muito grande poder recepcionar este grande evento”, concluiu.

 

Também participaram da mesa de abertura o diretor do Centro de Excelência Contra a Fome, Daniel Balaban; a assessora Internacional do Ministério da Educação do Brasil, Carla Barroso; a diretora do Ministério do Desenvolvimento Social, Patricia Gentil;  e da Agência Brasileira de Cooperação (ABC), Ana Maria Graziano;

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação e a Assessoria Internacional do Ministério da Educação do Brasil são os organizadores do evento, com apoio do Ministério do Desenvolvimento Social, da Agência Brasileira de Cooperação (ABC), do Centro de Excelência Contra a Fome do Programa Mundial de Alimentos e da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO).

Redacão Jornal do Sudoeste

Redacão Jornal do Sudoeste

Desde seu lançamento, o JS vem revolucionando a imprensa regional. Foi e continua sendo pioneiro na adoção de cores em todas as suas páginas e no lançamento de suplementos especiais que extrapolam o simples apelo comercial, envolvendo a comunidade em reflexões sobre temas de interesse geral por ocasião do Natal e dos aniversários de emancipação de municípios da sua área de abrangência de circulação.
Categorias