Brumado: Povoado de Campo Seco sediou worksop do Sebrae/BA sobre Associativismo e Cooperativismo

DA REDAÇÃO

 

Iniciativa da Associação Comunitária do Povoado de Campo Seco, na zona rural de Brumado, em parceira com o Escritório Regional de Brumado do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas na Bahia (Sebrae/BA) e da Sala do Empreendedor, viabilizou a capacitação de pequenos produtores familiares da microrregião do Povoado. O workshop, realizado no último dia 31 de agosto, tendo como tema ‘Associativismo x Cooperativismo’, contou em sua programação com palestras e oficinas, ministradas e mediadas por consultores do Sebrae/BA, Jacqueline Silva de Oliveira (Associativismo e Cooperativismo) e Marcos Andrade Peixoto Novais (Boas Práticas de Manipulação de Alimentos).

Os jovens das Associações participantes foram capacitados pela Consultora do Sebrae/BA, Jacqueline Silva de Oliveira, para elaboração de Atas e Documentos.

Ainda durante o evento, o Instituto InterCement, do Grupo Camargo Corrêa, que mantinha uma Unidade Industrial em Brumado (Fábrica de Cimento Cimpor) fez a entrega da doação à Associação Comunitária do Povoado de Campo Seco, dois freezers para exposição de compotas e polpa de frutas, uma máquina de cortar madeira e cadeiras reformadas

De acordo com a Coordenadora do Escritório Regional do Sebrae/BA de Brumado, Mônica Risério de Carvalho Teixeira, o evento superou as expectativas. Ao JS, a Coordenadora do Sebrae/BA, avaliou positivamente a realização do workshop, apontando como um dos fatores que contribuíram para o sucesso da iniciativa o envolvimento dos parceiros e, principalmente, dos pequenos agricultores que participaram e se envolveram efetivamente de toda a programação, principalmente na Oficina sobre preparação de documentos na área de Associativismo e Cooperativismo.

Esse também foi o sentimento do presidente e do vice-presidente da Associação Comunitária do Povoado de Campo Seco, respectivamente Cassimiro Silveira Filho e Dênis Meira Miranda. Para os líderes comunitários, a proposta do workshop foi a de incentivar a união das comunidades para troca de experiências e formatação de parcerias visando construir um plano de ações que atenda às demandas e explore as potencialidades das comunidades, gerando oportunidades de negócios e melhorando a qualidade de vida das famílias.

A iniciativa da Associação Comunitária do Povoado de Campo Seco contou com a adesão e participação das Associações comunitárias de Arecifinho, Lagoa do Arroz, Tanquinho, Queimada Grande e do Espinheiro.

Jornal do Sudoeste

Categorias ,